Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

O sindicato dos jornalistas declara guerra ao jornalismo

A ramificação da CUT culpa apoia os ataques aos profissionais da imprensa. Acompanhe o '1 Minuto com Augusto Nunes'

Por Da Redação 9 abr 2018, 18h31

No sábado, durante a missa negra em louvor de Lula, celebrada em São Bernardo, foram registradas sete agressões a profissionais da imprensa. No mesmo dia, equipes de televisão foram atacadas por devotos da seita nas imediações do aeroporto de Congonhas.  

O Sindicato dos Jornalistas no Estado de São Paulo, subordinado à CUT, soltou uma nota identificando a culpada pela selvageria: “a política das grandes empresas de comunicação que apoiam o golpe”, e adotam “uma linha editorial de hostilidade contra as organizações populares”. E o que fazer para acabar com essa guerra suja contra a imprensa livre? “É preciso que se retome a democracia, o que só será possível com Lula livre”, diz a nota.

O sindicato teria alguma importância se ainda existisse. Morreu faz tempo, de vassalagem e canalhice.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês