Clique e assine com até 92% de desconto

Lula quer ser um demônio respeitável

O pregador de missa negra deixou de dar conselhos a Deus para brincar de diabo. Acompanhe o '1 minuto com Augusto Nunes'

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 14h19 - Publicado em 13 out 2017, 17h17

Desta vez até os mais assíduos participantes das missas negras ficaram confusos com o sermão em que Luiz Inácio Lula da Silva, o farsante no púlpito, se declarou lascado. Única divindade da seita, Lula também disse o seguinte a seus discípulos: “Eu não tenho cara de demônio, mas quero que me respeitem como se eu fosse”. O palanque ambulante diz que é católico. Se não mentiu, deveria saber que quem inspira respeito é Deus. O diabo inspira medo. E Lula deixou há tempos de ser temido.

  • Publicidade