Clique e assine a partir de 9,90/mês

O Facebook vai treinar 50 mil brasileiros

Em Campinas (SP), Vitória (ES), Brasília (DF), Porto Alegre (RS), São Luís (MA) e Natal (RN), Facebook oferecerá cursos de inovação

Por Sabrina Brito - 4 fev 2020, 18h19

Em 2020, a Estação Hack (centro do Facebook em São Paulo focado em inovação) pretende capacitar 50 mil jovens brasileiros. Algumas das áreas envolvidas nos planos da empresa são programação, desenvolvimento de aplicativos e futuro do trabalho, que serão ensinadas pessoalmente e online. Além dos jovens, professores da rede pública também serão alvo do programa.

O foco nessas áreas em especial surge da expectativa de que, até 2024, cerca de 420 mil vagas serão geradas nesses campos ao redor do mundo. Os alunos aprenderão ainda conceitos de programação, como os códigos HTML e CSS. Todos os cursos são gratuitos.

Concomitantemente aos treinamentos ligados a inovação, a Estação Hack itinerante oferecerá workshops e mentorias a startups consideradas de impacto social, em seis cidades. Na sede nacional, em São Paulo, será estabelecida uma residência grátis para até 15 dessas empresas, pela qual se terá acesso a palestras e oficinas.

A demanda do mercado brasileiro por profissionais capacitados no universo digital é evidente. De acordo com um relatório do Senai de 2019, até o ano de 2023 cerca de 10,5 milhões de trabalhadores do país precisarão ser qualificados para trabalhar em indústrias ligadas a tecnologia.

Continua após a publicidade

Além disso, um estudo realizado pela Brasscom apontou que, até 2024, a demanda por profissionais do ramo será maior do que o número de pessoas formadas no campo: enquanto haverá 70 mil novas vagas disponíveis por ano, até lá, somente 46 mil indivíduos deverão se graduar na área, no mesmo período.

Os treinamentos oferecidos pelo Facebook representam, assim, uma tentativa de suprir o mercado da tecnologia — que é inclusive o no qual atua a própria empresa. Para os interessados, mais informações podem ser encontradas na página da Estação Hack no Facebook, neste link.

Publicidade