Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Google lança ferramenta para verificar origem de SMS

Similar ao selo azul que garante a identidade de um famoso no Twitter, a função para mensagens cria um certificado de que a origem do torpedo é confiável

Por André Lopes - 17 dez 2019, 18h07

Aquela mensagem suspeita no celular, que geralmente alega ser de algum banco que necessita de informações pessoais para resolver alguma pendência urgente, pode estar perto de não preocupar mais ninguém. O Google e a empresa brasileira Zenvia, que desenvolve chatbots e serviços de mensagem, anunciaram que, desde o último final de semana, uma nova ferramenta para o aplicativo Google Messages está operando para verificar textos de SMS, e assim destacar se uma mensagem é autêntica, ou se pode ser de um spam suspeito.

Com a nova atualização do app, quando um usuário receber um SMS de um número desconhecido, o aplicativo verifica se veio de uma empresa legítima. Nesse caso, aparecerá o nome e o logotipo, além de um ‘sinal de checagem’. Deve-se levar em conta que, mesmo sem o selo, a empresa pode ser, sim, confiável, cabendo aí checar de forma manual se o número que originou a mensagem é de um canal oficial.

“A função é muito similar ao selo azul que famosos recebem nas redes sociais. Nesse caso, livramos o usuário da dúvida sobre a origem da mensagem e das chances de cair em algum golpe que tente coletar informações sigilosas”, afirma a diretora de produtos da Zenvia, Gabriela Vargas.

O novo recurso está sendo lançado nos Estados Unidos, na Índia, no México, no Reino Unido, na França, em Filipinas, na Espanha, no Canadá e no Brasil. Outros países devem receber a ferramenta em breve.

Publicidade