Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Documentário retrata êxodo das cidades para litoral e interior na pandemia

Além da produção cinematográfica, disponível online, um relatório contendo as informações coletadas na pesquisa será publicado

Por Sabrina Brito Atualizado em 7 jun 2021, 10h45 - Publicado em 7 jun 2021, 10h15

Durante a pandemia, o trabalho remoto permitiu que muitas pessoas saíssem temporariamente da cidade grande para se aproximar da natureza e trabalhar da praia ou do meio da natureza. A agência Apoema, especializada em estudar o comportamento humano, realizou recentemente uma pesquisa para melhor entender esse movimento. O estudo deu origem ao documentário O Êxodo Humano, disponível neste link.

O primeiro entre os grupos estudados era composto por indivíduos que migraram de metrópoles para cidades menores. Entre eles, 43% afirmaram que a coragem para a mudança foi influência de amigos, familiares e conhecidos que se mudaram primeiro e os incentivaram a fazer o mesmo. Já 30% disseram sentir muita falta dos amigos e parentes, entendendo que eles foram deixados em um plano secundário.

O segundo grupo foi formado com indivíduos que vivem em capitais e têm vontade de se mudar para o interior ou litoral dentro de um ano. Deles, 60% relataram que viver em uma cidade grande envolve uma batalha interna constante para equilibrar qualidade de vida e bem-estar emocional. Dentro desse subgrupo, 30% acreditam que conciliar a mudança com o trabalho é o principal entrave para finalmente partir.

Além do documentário, um relatório digital baseado nas informações coletadas será disponibilizado em junho. De acordo com Julia Ades, fundadora da Apoema, “as cidades de pequeno e médio porte têm recebido muitas pessoas que, há tempos, tinham o desejo de morar longe dos grandes centros e que, agora, com o trabalho remoto, estão conseguindo materializar essa realidade.”

Continua após a publicidade
Publicidade