Clique e assine a partir de 9,90/mês

Canada instala máquina de vendas de opioides

O aparelho é para uso exclusivo de dependentes químicos, cuja a biometria libera o acesso aos remédios

Por Sabrina Brito - 17 fev 2020, 18h39

Uma máquina que vende opioides foi instalada na cidade de Vancouver, no Canadá, com o objetivo de facilitar a compra de drogas por viciados. A instalação, concluída no mês passado, é parte de um projeto que busca mitigar a crise de overdoses pela qual a cidade passa — só em 2019, foram 395.

Funciona como qualquer outra máquina de vendas: o dependente químico coloca seu dinheiro no aparelho e coleta em troca uma quantidade prescrita de hidromorfona (medicamento usado para tratar dores, considerado uma alternativa à heroína) de qualidade. A ideia é que o viciado deixe de comprar drogas de origem pouco confiável de pessoas suspeitas, as quais podem resultar em danos severos e em overdoses acidentais.

Mas a comercialização das substâncias não é disponível para qualquer um. A máquina exige a biometria do indivíduo para funcionar, e apenas aqueles que foram registrados como viciados conseguem a droga.

De acordo com os responsáveis pelo projeto, o essencial é que os dependentes passem a estabilizar seu vício e, então, consigam diminui-lo, sempre com base em drogas confiáveis.

No entanto, a venda desses remédios na cidade canadense é um assunto polêmico. Para alguns especialistas, o acesso fácil às substâncias pode piorar o vício dos dependentes, simplificando seu acesso à droga.

Outra preocupação é a de que o projeto, batizado de MySafe, facilite a distribuição de drogas para o mercado negro. Uma vez que os opioides seriam de mais fácil obtenção, aqueles que os comprarem poderiam comercializá-los ilegalmente em vez de consumi-los.

Continua após a publicidade
Publicidade