Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

São Paulo retira obrigatoriedade de máscara no transporte público

Medida levou em consideração queda nos índices de hospitalização e mortes por Covid-19 em relação a fevereiro deste ano

Por Paula Felix Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 8 set 2022, 16h13 - Publicado em 8 set 2022, 16h12

A partir desta sexta-feira, 9, o uso de máscaras no transporte público não será mais obrigatório no estado de São Paulo. A decisão foi anunciada nesta quinta-feira, 8, em nota conjunta do governo do estado e da Prefeitura, que levaram em consideração o cenário epidemiológico atual de Covid-19, favorável à flexibilização, com queda superior a 90% nos índices de hospitalização e mortes em relação ao início do ano. A obrigatoriedade continua valendo para unidades de saúde e hospitais.

A recomendação foi dada pelo Conselho Gestor da Secretaria de Ciência, Pesquisa e Desenvolvimento em Saúde de São Paulo (SCPDS), o antigo Comitê Científico, que, agora, sugere que a proteção facial seja utilizada pela população nos ônibus, trens e metrô. A orientação é válida principalmente para grupos mais vulneráveis, como idosos e pessoas imunossuprimidas.

“O estado de São Paulo conseguiu um índice de cobertura fantástico na campanha de vacinação contra o novo coronavírus e protegeu sua população, principalmente contra casos graves da doença. Como consequência, as internações e óbitos despencaram. Isso nos dá a segurança necessária para a flexibilização do uso de máscaras neste momento, mas seguiremos atentos, monitorando os dados epidemiológicos de forma constante”, afirmou, em nota, o infectologista David Uip, secretário de Ciência, Pesquisa e Desenvolvimento em Saúde de São Paulo.

Segundo a gestão estadual, o número total de pacientes com Covid-19 internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) caiu de 4.091, em 3 de fevereiro, para os atuais 363. A média móvel de mortes passou de 288, em 9 de fevereiro, para 27.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.