Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os sete hábitos que prejudicam a fertilidade masculina

Hábitos do dia a dia como o tipo de alimentação, sofrer stress e até mesmo o local de guardar o smartphone podem prejudicar a fertilidade masculina

A maioria das pessoas se preocupa com formas de prevenir uma gravidez e, quando um casal finalmente decide ter um filho, vê que, muitas vezes, o projeto não é tão fácil quanto imaginava. De acordo com a ONG americana Resolve, especializada em infertilidade, um em cada oito casais tem dificuldade para engravidar. Destes, um em cada três casos é “culpa” do homem. Felizmente, a solução pode ser simples. De acordo com a versão americana da revista Men’s Health, alguns hábitos do seu dia a dia – bem fáceis de serem mudados – como alimentação e stress podem ser os responsáveis por esse problema.

“A contagem normal de espermatozoides diminuiu nas últimas décadas”, disse Ajay Nangia, especialista em infertilidade masculina e professor de urologia na Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, à versão americana da revista Men’s Health. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera uma como normal uma contagem de pelo menos 20 milhões de espermatozoides por mililitro.

Então, se você está pensando em ter um filho, talvez seja melhor rever alguns hábitos que podem ajudar a “acelerar” a gravidez. Veja abaixo sete atitudes cotidianas que podem prejudicar seus espermatozoides.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. ué, não eram 7?

    Curtir

  2. Cade a n.7 ?

    Curtir

  3. carlos agostinho malschik

    A sétima é você se lembrar que, em razão da sua fertilidade, está obrigado a pagar pensão alimentícia.Sem choro.

    Curtir

  4. Luciano Martins

    A sétima é não tranzar. Ou seja, não tranzando consequentemente não terá filhos kkkk

    Curtir

  5. Antonio Pedro

    7 – É o tabaco!

    Curtir

  6. A sétima é para você se recordar que quem não treina nem joga! Praticar o sexo é fundamental!

    Curtir

  7. A sétima, na verdade, está entre a primeira e a segunda colocadas em outros estudos dos quais eu participei. Sou cientista e nos estudos realizados em Yale e em Cambridge constatou-se que o álcool e o fumo diminuem a quantidade e a qualidade de esperma, bem como reduzem drasticamente o tempo de vida sexual de homens e mulheres.

    Curtir