Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

“Ínfimo”, diz Doria sobre número de doses de vacina para crianças em SP

Governador criticou número escasso de doses enviadas ao estado pelo Ministério da Saúde e diz estar otimista com a liberação da CoronaVac para faixa etária

Por Simone Blanes Atualizado em 19 jan 2022, 15h24 - Publicado em 19 jan 2022, 13h29

O governador João Doria informou nesta quarta-feira, 19, que é urgente avançar com a vacinação infantil em São Paulo. Segundo ele, o estado registrou uma forte alta de internações de crianças com Covid-19 em Unidades de Terapia Intensiva. “As internações entre crianças aumentaram 61% nos últimos dois meses, dados que mostram que devemos acelerar a vacinação infantil. Só não o fizemos ainda porque o quantitativo de vacinas enviado pelo Ministério da Saúde foi ínfimo”, disse o governador. Dados da Secretaria de Estado de Saúde registraram crescimento de 61,3% no número de hospitalizações nas UTIs entre pacientes menores de 18 anos.

De acordo com Doria, menos de 10% das vacinas necessárias para as crianças foram entregues aos Estados. “São Paulo só recebeu 492 mil doses”, afirmou. O secretário estadual de saúde, Jean Gorinchteyn, reiterou as declarações do governador. “Os dados evidenciam que a variante ômicron está contaminando rapidamente nossas crianças e a vacinação é urgente e fundamental para prevenir casos graves e óbitos nessa população. No ano passado, perdemos 92 crianças pela Covid-19. Este ano, temos uma crescente de internações desse público. É essencial vacinar”, disse.

O governador também está otimista pela liberação de uso da CoronaVac para o público de 3 a 17 anos. Nesta quinta-feira 20, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve decidir sobre o pedido do Instituto Butantan para uso emergencial de seu imunizante em crianças e adolescentes dessa faixa etária. “A CoronaVac é altamente segura e eficaz para essa população, protegendo mais de 90% de hospitalizações. A Anvisa deve se manifestar amanhã sobre o nosso pedido, mas ressaltamos que já temos 15 milhões de doses pediátricas, sendo 10 milhões já reservadas para o estado de São Paulo. Estamos otimistas”, declarou o presidente Instituto Butantan, Dimas Covas.

“O estado e os municípios estão prontos para vacinar o público infantil. Se recebermos mais vacinas, poderemos imunizar mais crianças. Tendo um aval da Anvisa, podermos fazer 250 mil doses por dia. Isso traz esperança à população infantil, não só do estado, mas do Brasil” acrescentou Regiane de Paula, Coordenadora de Saúde da Coordenadoria de Controle de Doenças e Coordenadora do Plano Estadual de Imunização (PEI).

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês