Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Índia deve se tornar o segundo país com maior número de casos de Covid-19

Após flexibilizar a quarentena, o país registrou recorde de 90 mil casos em um único dia

Por Luisa Purchio 6 set 2020, 11h16

O Brasil está prestes a perder para a Índia o segundo lugar em número de contaminados pela Covid-19 no mundo, o que deve acontecer na próxima segunda-feira. Em um ranking nada alentador, nesse domingo, 6, a população brasileira tem apenas 10 mil infectados a mais que a Índia, que soma 4,1 milhão de casos e bateu o recorde global de contaminação, com 90 mil notificações em um dia. Os números são informados pelo Ministério da Saúde indiano. No sábado, 5, o Brasil registrou 30 mil novos contaminados. Em número de óbitos, no entanto, o Brasil continua à frente da Índia, ocupando o segundo lugar no ranking global. De acordo com informações da Univerdade Johns Hopkins, em primeiro vem os Estados Unidos, com 188,5 mil mortes, seguido por Brasil, com 126 mil óbitos, e Índia, com 70,6 mil.

O aumento no número de casos indianos se deve à flexibilização da locomoção em algumas regiões na semana passada para destravar a economia. Além disso, a quantidade de testes realizados vem aumentando na população. Em entrevista ao India Today TV, Randeep Guleria, diretor do Instituo de Ciências Médica da Índia em Nova Delhi, afirmou que a Covid-19 se disseminou a partir das grandes cidades, portanto ainda levará tempo para a curva se estabilizar e começar a cair no país. Agora o vírus está se espalhando por áreas rurais, onde a infraestrutura de saúde é mais deficitária.

Um dos principais focos de contaminação, com um quarto do número de casos no país, é o estado de Maharashtra, onde fica Mumbai. A cidade se caracteriza pela desigualdade social, com 40% da população vivendo em favelas. Com condições sanitárias precárias e aglomeração de pessoas, barricadas foram construídas em alguns bairros no início da pandemia para controlar o deslocamento das pessoas. “Não pode haver controle da Covid-19 na Índia sem controlar a epidemia em Maharashtra”, postou no Twitter Shamira Ravi, professora de economia e ex-conselheira do governo que vem acompanhando o aumento do número de casos no país.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.