Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Governo libera R$ 6,6 bilhões para nova compra de vacinas da Pfizer

Extrato de dispensa de licitação para aquisição do imunizante foi publicada em edição extraordinária do Diário Oficial da União

Por Giulia Vidale Atualizado em 6 Maio 2021, 19h01 - Publicado em 6 Maio 2021, 18h55

O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira, 6, a liberação de 6,6 bilhões de reais para a compra de mais 100 milhões de doses da vacina contra Covid-19 da Pfizer-BioNTech. O valor aparece em uma dispensa de licitação publicada em edição extraordinária do Diário Oficial da União.

No início da semana, o ministro Marcelo Queiroga disse que o novo contrato estava “na iminência de ser fechado”. No entanto, a Pfizer afirma que “não comenta as negociações que mantém com o Governo Brasileiro”. Este será o segundo acordo do governo federal com a farmacêutica. No primeiro, assinado no início do ano, após meses de atraso, o governo pagou 5,6 bilhões de reais, pela mesma quantidade de doses.

O primeiro lote com 1 milhão de doses da vacina da Pfizer-BioNTech chegou ao Brasil na última quinta-feira, 29 de abril. Nesta quarta-feira, 5, foram entregues mais 600.000 doses e um novo carregamento está previsto para a próxima quarta-feira. Devido às exigências de armazenamento, o Ministério da Saúde recomendou que essas vacinas sejam distribuídas, ao menos por enquanto, entre as 27 capitais do país.

O maior volume de imunizantes do primeiro acordo está previsto para chegar ao país apenas no segundo semestre. Segundo Queiroga, 35 milhões de doses deste novo pacote estão previstas para chegar ao país no mês de outubro.

Confira o andamento da vacinação contra Covid-19 no Brasil:

Continua após a publicidade
Publicidade