Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Febre misteriosa mata dezenas de crianças na Índia

Médicos acreditam ser um surto de dengue ou encefalite japonesa, ambas doenças transmitidas por mosquitos

Por Simone Blanes 3 set 2021, 11h15

Pelo menos 56 pessoas, a maioria crianças, morreram após um misterioso surto de febre em Uttar Pradesh, estado localizado no norte da Índia. A condição, ainda desconhecida, apresenta sintomas que incluem febre alta, dores nas articulações e de cabeça, desidratação e náuseas. Em alguns casos, erupções cutâneas nos membros superiores e inferiores. Nenhuma delas testou positivo para Covid-19.

Nos seis distritos afetados pela doença, os médicos suspeitam que o surto seja causado por uma forma particularmente grave de dengue. Isso porque os exames de sangue de alguns pacientes mostram uma diminuição do número de plaquetas. “Os pacientes, especialmente crianças, estão morrendo muito rapidamente”, disse Neeta Kulshrestha, autoridade de saúde do distrito de Firozabad, para onde foram enviados remédios e uma equipe de 11 médicos especialistas.

A dengue é uma doença viral transmitida por mosquitos encontrados nas regiões tropicais e subtropicais de todo o mundo, principalmente em cidades. Existem quatro tipos de vírus da dengue, o que significa que um indivíduo pode ser infectado quatro vezes. A maioria dos casos é leve, mas é possível que o vírus provoque sintomas agudos, semelhantes aos da gripe. Sem cuidados médicos, a doença pode ser fatal. A Organização Mundial de Saúde estima que cerca de 390 milhões de pessoas já tenham sido contaminadas pela dengue no mundo. Nas últimas décadas, o número de infecções e mortes cresceu quatro vezes entre 2000 e 2015.

Outra possibilidade pensada pelos médicos é a encefalite japonesa, também transmitida por mosquitos. A OMS estima que a doença afete cerca de 68 mil pessoas por ano em vários países asiáticos. Em geral, essa doença é rara, mas apresenta alta taxa de letalidade. Quase uma em cada três pessoas que contraem o vírus morre.

Para ambas as condições, não há cura conhecida, mas existem vacinas seguras e eficazes que podem prevenir a encefalite japonesa. Testes estão sendo realizados para descobrir se algum desses vírus ou outras causas estão por trás do surto mortal. Programas enfraquecidos e ineficazes de controle de mosquitos, bem como o aumento de vetores resistentes a inseticidas, são vistos como motivos pelos quais certas doenças tiveram um aumento dramático e frequentemente letal nas últimas décadas. A renovação do investimento é fundamental para combater doenças que podem levar a surtos fatais como o que está acontecendo agora.

Continua após a publicidade

Publicidade