Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dilma Rousseff é submetida a exames para avaliar uma isquemia cerebral

Internada em Porto Alegre, os sinais do problema surgiram do dia 24 à noite, durante uma reunião online

Por Adriana Dias Lopes Atualizado em 25 Maio 2021, 18h30 - Publicado em 25 Maio 2021, 13h01

Internada ontem a noite, dia 24, no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, a ex-presidente Dilma Rousseff está sendo submetida a exames. Os médicos suspeitam que ela possa ter sofrido uma isquemia cerebral transitória, problema que ocorre quando falta fluxo sanguíneo nos vasos.

LEIA TAMBÉM: Coronavírus pode causar um novo tipo de miocardite

Os primeiros sinais da isquemia surgiram durante uma reunião online, quando Dilma passou a falar de forma um pouco enrolada, mais arrastada. Pouco tempo depois, foi internada pelo médico Paulo Caramori. Uma ressonância magnética descartou, por enquanto, um problema mais grave.

Exames complementares serão feitos nesta tarde. Se descartarem qualquer tipo de agravamento, ela deverá ter alta hoje, no fim do dia.

 

 

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade