Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Covid-19: Média móvel de mortes completa uma semana abaixo de 700

Última vez que índice apresentou aumento foi em 22 de junho; confira levantamento feito por VEJA

Por Matheus Deccache Atualizado em 3 set 2021, 18h58 - Publicado em 2 set 2021, 19h42

Os números da Covid-19 seguem em queda no Brasil devido ao grande avanço da vacinação da população. Com 764 mortes registradas pela doença nesta quinta-feira, 2, a média móvel de mortes continua caindo e chega a 621,3, superando os dias anteriores e se tornando o menor índice de 2021. Além disso, já são sete dias consecutivos em que a taxa permanece abaixo de 700 e 15 dias em que o número de óbitos é inferior a mil. A última vez que a curva de vítimas fatais representou aumento foi em 22 de junho, há 72 dias. 

LEIA TAMBÉM: Novo teste PCR detecta o coronavírus e outros três tipos de vírus

A média móvel de novos casos também segue pelo mesmo caminho. Com os dados das últimas 24 horas, o índice chegou a 21.990,6 e é o menor desde 10 de novembro — na ocasião, a taxa registrada foi de 19.142,1. Desse modo, a média móvel de novos diagnósticos está há 70 dias sem apresentar crescimento. Na última vez que isso aconteceu, em 24 de junho, 73.602 brasileiros foram infectados pelo novo coronavírus, número quase três vezes maior que o desta quinta, segundo levantamento feito por VEJA.

O cálculo de médias móveis feito pelo levantamento de VEJA consiste em somar todos os registros dos últimos sete dias e dividir o total por sete. Assim, é possível ter uma visão ampla do atual momento da pandemia. Os gráficos ao final da matéria mostram a evolução diária da média móvel no Brasil, nas cinco regiões geográficas, nos 26 estados da Federação (mais o Distrito Federal) e nas 27 capitais do país.

Com 26.280 novos casos e 764 mortes, o Brasil chega a 20.830.495 diagnósticos de Covid-19 e 581.914 óbitos desde o início da pandemia.

Confira a média móvel da pandemia da Covid-19 no Brasil, nas cinco regiões do país e em todos os Estados:

Confira a média móvel da pandemia da Covid-19 nas 27 capitais brasileiras, separadas em suas regiões*:

Continua após a publicidade
Publicidade