Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Covid-19: Doria toma primeira dose da vacina CoronaVac

Antígeno foi aplicado pela enfermeira Mônica Calazans, a primeira brasileira a ser imunizada contra o coronavírus

Por Mariana Rosário Atualizado em 7 Maio 2021, 16h41 - Publicado em 7 Maio 2021, 16h24

O governador do estado de São Paulo, João Doria, recebeu nesta sexta-feira, 7, a primeira dose da vacina CoronaVac contra a Covid-19. De acordo com a orientação do Ministério da Saúde, a segunda deverá ocorrer em até 28 dias.

Quem aplicou a vacina em Doria foi a enfermeira Mônica Calazans, a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 no Brasil. Ambos receberam o mesmo imunizante, desenvolvido pela empresa Sinovac Life Science com apoio brasileiro do Instituto Butantan,

Doria tem 63 anos de idade e, de acordo com o cronograma do estado, estava apto a receber o imunizante desde o dia 29 de abril. A  imunização foi adiada até hoje porque Doria disse que tomou, recentemente, a vacina contra o vírus influenza — e, portanto, teve que esperar 15 dias para não misturar os dois esquemas vacinais, conforme orientam os especialistas em saúde.

Acompanhando o governador estava a primeira-dama Bia Doria, de 60 anos e apta a receber a vacina deste ontem, quinta-feira, 6.

A vacinação ocorreu no centro de saúde doutor Victor Araújo Homem de Mello, no bairro de Pinheiros, Zona Oeste da capital paulista.

Continua após a publicidade
Publicidade