Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

CoronaVac: SP terá 10,8 milhões de doses até o dia 31, diz Doria

O próximo lote de matéria-prima, suficiente para a produção de 5,5 milhões de doses, está previsto para chegar na quinta-feira, 24

Por Mariana Rosário Atualizado em 21 dez 2020, 13h47 - Publicado em 21 dez 2020, 13h35

O governador paulista João Doria anunciou nesta segunda-feira, 21, que o estado de São Paulo terá 10,8 milhões de doses da CoronaVac até o dia 31 de dezembro. O próximo lote de entrega — com matéria-prima enviada da China ao Instituto Butantan pelo laboratório parceiro Sinovac Life Science — tem previsão de chegada na próxima quinta-feira, 24. Com ele será possível produzir 5,5 milhões de unidades do imunizante.

Com a chegada do novo lote, serão 8,8 milhões doses em solo nacional, somadas as doses que já estão acondicionadas no Instituto Butantan. Mais dois carregamentos chegam antes do dia 31. São eles: 400.000 doses no próximo dia 28 e 1,6 milhão no dia 30 de dezembro. Com isso, até 31 de dezembro, haverá 10,8 milhões de doses (entre matéria-prima e unidades já finalizadas) até o último dia de 2020.

Doria ratificou o plano de iniciar a vacinação em São Paulo no próximo dia 25 de janeiro. Ainda não há dados divulgados sobre a eficácia do imunizante. Especialistas envolvidos em sua produção, no entanto, já relataram alta segurança envolvendo o antígeno. Após a divulgação dos dados, o imunizante será avaliado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Publicidade