Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Casos de cólera em Moçambique sobem para 271 após ciclone

Nas últimas 48 horas, o número de casos confirmados da doença quase dobrou na cidade portuária de Beira

O número de casos confirmados de cólera na cidade portuária de Beira, em Moçambique, após a passagem de um ciclone quase dobrou para 271 nas últimas 48 horas, disse o governo do país neste sábado.

O governo e equipes de ajuda buscam conter a disseminação da doença após a passagem do ciclone Idai por Beira em 14 de março, provocando enchentes catastróficas e matando mais de 700 pessoas em Moçambique, Zimbábue e Malaui.

Na abertura de um centro temporário de tratamento em Beira, o ministro do Meio Ambiente, Celso Correia, disse que houve 271 casos de cólera informados. Ele disse que 138 desses chegaram a centros médicos nas últimas 48 horas.

“Não temos nenhuma morte registrada dentro de nossos hospitais”, disse Correia. Na sexta-feira, ele disse que ao menos duas pessoas haviam morrido fora de hospitais com sintomas como desidratação e diarreia.

Cólera

A cólera é uma doença bacteriana infecciosa intestinal aguda, transmitida por contaminação fecal-oral direta ou pela ingestão de água ou alimentos contaminados. Frequentemente, a infecção é assintomática ou causa diarreia leve. Os sintomas mais graves incluem diarreia aquosa e profusa, com ou sem vômitos, dor abdominal e cãibras.

Se não tratada imediatamente, pode ocorrer desidratação intensa, levando a graves complicações e até mesmo ao óbito. A doença está ligada diretamente ao saneamento básico e à higiene.

(Com Reuters)