Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Brasil recebe primeiras doses de vacina contra a dengue

Primeira parte do lote será destinada a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos que moram em cidades com mais de 100 mil habitantes

Por Da Redação
21 jan 2024, 15h10

Cerca de 750.000 doses de vacina contra a dengue chegaram ao Brasil neste sábado, 20, e serão distribuídas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Trata-se da primeira remessa de imunizantes de um lote com um total de 1,32 milhão de doses adquiridas pelo governo brasileiro do laboratório Takeda Pharma, sem cobrança. O governo adquiriu um total de 5,2 milhões de doses que devem chegar em etapas, até novembro de 2024.

As primeiras doses de vacina que acabaram de chegar serão destinadas a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, justamente a faixa etária que hoje concentra o maior número de casos de dengue no país. Em seguida, são os idosos, cuja vacinação ainda não foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), vinculada ao Ministério da Saúde.

Ainda não há data oficial para o início da vacinação, mas a previsão é que as doses comecem a ser aplicadas já em fevereiro. A expectativa do governo é que cerca de 3,2 milhões de brasileiros se imunizem contra a doença neste ano. O processo envolve duas doses que devem ser tomadas em um intervalo mínimo de três meses. Em nota, o Ministério da Saúde informa que, em 2024, as doses vão ser reservadas às grandes cidades (a partir de 100.000 habitantes) que registraram aumento de casos na última década.

A decisão de priorizar essa faixa etária em determinadas regiões ocorreu após um acordo celebrado entre o Ministério da Saúde e as secretarias de Saúde de estados e municípios. A Anvisa aprovou a vacina contra a dengue em março do ano passado e o imunizante está disponível em clínicas privadas desde julho. O Brasil será o primeiro país do mundo a fornecer esse imunizante de forma universal, pelo SUS.

Continua após a publicidade

O que é a Qdenga

Conhecida como Qdenga, essa vacina pode ser aplicada em quem tem idade entre 4 e 60 anos. A eficácia do imunizante independe se a pessoa já se contaminou pela doença. A Qdenga possui o vírus enfraquecido e é composta por quatro sorotipos de vírus diferentes. Segundo avaliações clínicas da vacina, o índice de eficácia do imunizante é de mais de 80% e garante proteção de 12 meses, após recebimento das duas doses.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.