Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Anvisa proíbe 22 lotes de medicamento para esquizofrenia

A medida foi motivada por um pedido de recolhimento feito pela Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda para o produto Haldol injetável, 5mg/mL, 1mL

Por Da redação Atualizado em 22 Maio 2017, 17h21 - Publicado em 22 Maio 2017, 15h42

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu nesta segunda-feira a distribuição, comercialização e o uso de 22 lotes do medicamento Haldol (haloperidol) injetável, 5mg/mL, 1mL, da empresa Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda, para o tratamento de pacientes com esquizofrenia. A medida tem como base um erro na rotulagem do remédio. 

  • A determinação, publicada no Diário Oficial da União (DOU), foi motivada por um comunicado feito pela própria empresa à Anvisa e leva em consideração, ainda, a classificação de risco à saúde como classe III. A Anvisa determinou que a empresa recolha o estoque existente no mercado relativo aos respectivos lotes.

    Confira abaixo os lotes interditados:

    6003 (val. 01/2021)
    6004 (val. 01/2021)
    5012 (val. 08/2020)
    5015AA (val. 09/2020)
    5014 (val. 09/2020)

    5015A (val. 09/2020)
    5015 (val. 09/2020)
    5013 (val. 09/2020)

    5006A (val. 03/2020)
    5005B (val. 03/2020)
    5006 (val. 03/2020)

    5005A (val. 03/2020)
    5003A (val. 01/2020)
    5004 (val. 01/2020)
    5001 (val. 01/2020)
    5002 (val. 01/2020)
    4017 (val. 10/2019)
    4015 
    (val. 08/2019)
    4011 (val. 06/2019)
    4006 (val. 02/2019)
    3011 (val.09/2018)
    2011 (val. 10/2017)

  • A resposta da empresa

    Por e-mail, a Janssen-Cilag Farmacêutica Ltda afirmou: “A Janssen  está voluntariamente recolhendo no Brasil 22 lotes de HALDOL® (haloperidol) Injetável 5mg/ml de distribuidores e hospitais, devido a uma informação incorreta impressa na embalagem do produto.

    A empresa tem comunicado autoridades, clientes e profissionais de saúde sobre a situação, e está trabalhando para corrigir a informação e restabelecer a disponibilidade do produto no mercado o mais rápido possível.

    É importante reforçar que esse problema está relacionado exclusivamente a uma divergência de informação. A bula atualizada do medicamento contém todas as informações corretas sobre a indicação e a administração do produto, que permanece seguro para utilização conforme indicação de bula e prescrição médica.”

    Continua após a publicidade
    Publicidade