Clique e assine a partir de 8,90/mês

Alagoas e Minas confirmam casos de coronavírus: são 25 no Brasil

O Ministério da Saúde confirmou neste domingo mais seis casos de COVID-19 no país

Por Da redação - Atualizado em 8 mar 2020, 21h19 - Publicado em 8 mar 2020, 16h41

O Ministério da Saúde confirmou neste domingo (8) seis novos casos de Covid-19 no país. Os estados de Minas Gerais e Alagoas entraram para a lista de locais com confirmação da doença, com um caso confirmado em cada. Os demais estados com novos casos de Covid-19 são São Paulo (três novos casos) e Rio de Janeiro (1). Ao todo, são 25 infectados no país, sendo quatro por transmissão local e 21 importados. Atualmente, são monitorados 663 casos suspeitos e outros 632 já foram descartados.

O paciente de Alagoas é um homem de 42 anos que voltou da Itália há cinco dias e procurou atendimento em Maceió por apresentar os sintomas típicos da doença – coriza, tosse e febre. Ele está em isolamento domiciliar e sua situação é considerada estável.

Mais tarde, o Ministério da Saúde informou que Minas Gerais também tem um quadro confirmado. A paciente é uma mulher, de 47 anos, moradora de Divinópolis. Ela esteve na Itália e retornou à capital mineira em 02 de março. A coleta de exame para análise foi feita na quinta-feira (5) e o resultado do primeiro exame positivo ficou pronto na sexta-feira (6). A confirmação veio neste domingo após contraprova realizada pela Fiocruz. De acordo com a Secretaria de Estado de Minas Gerais, a paciente está em isolamento domiciliar e apresenta sintomas leves, como coriza, mialgia (dor muscular) e sensação de mal estar.

O estado de São Paulo também confirmou o acréscimo de três confirmações à lista de suspeitos: ao todo, são 16 casos de coronavírus confirmados. Destes, 15 residem na Capital e um em Santana do Parnaíba. Entre os novos casos, um tem histórico de viagem à Itália, outro ao Japão e o terceiro se infectou a partir de contato com pessoa com COVID-19. Todos estão estáveis e em isolamento domiciliar.

Ontem, o Rio de Janeiro atestou seu terceiro caso – uma mulher de 42 anos que acompanhou a paciente confirmada no sábado (7) em viagem à Itália. Os primeiros sintomas apareceram no dia seguinte ao retorno ao Brasil, que aconteceu no dia 4 de março.

Continua após a publicidade
Publicidade