Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

1º caso de varíola dos macacos da Alemanha é confirmado em brasileiro

Jovem de 26 anos está isolado e tem sintomas leves

Por Paula Felix Atualizado em 20 Maio 2022, 16h46 - Publicado em 20 Maio 2022, 16h16

O Ministério da Saúde da Baviera, estado do sudeste da Alemanha, anunciou nesta sexta-feira, 20, que um caso da varíola dos macacos (monkeypox, em inglês) foi detectado em um brasileiro de 26 anos que apresentou sintomas e está isolado. Este é o primeiro episódio confirmado no país. Segundo a Organização Mundial da Saúde, há 37 casos confirmados e 71 sob investigação no mundo.

O paciente foi diagnosticado em Munique, capital da Baviera, e está em isolamento na Clínica Schwabing. Segundo o ministério, ele buscou atendimento ao manifestar os primeiros sintomas.

“O jovem está indo bem. Ele tem sintomas menores, como pequenas dificuldades de deglutição e temperatura elevada. As pústulas típicas da doença desencadeiam uma coceira correspondente. Atualmente, ele não precisa de nenhum medicamento especial”, informou, em comunicado, Clemens Wendtner , médico-chefe do departamento de infectologia de Schwabing.

O jovem esteve na Espanha e em Portugal antes de ir para a Alemanha, onde passou por Düsseldorf e Frankfurt. Ele foi para Munique há cerca de uma semana. Um rastreamento para encontrar quem esteve em contato com o paciente está sendo realizado pelas autoridades de saúde.

Um teste de PCR confirmou o vírus e, até a próxima semana, o resultado do sequenciamento genético deve apontar se a cepa é da África Ocidental ou Central, onde o vírus é endêmico.

Por causa do aumento de casos, o Grupo Consultivo Técnico e Estratégico sobre Riscos Infecciosos com Potencial Pandêmico e Endêmico (STAG-IH), da Organização Mundial da Saúde (OMS), vai se reunir para conversar sobre a doença.

A varíola dos macacos é uma zoonose viral que pode infectar seres humanos. Entre os sintomas estão: febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, linfonodos inchados, calafrios e exaustão. A erupção cutânea começa geralmente no rosto e, depois, se espalha para outras partes do corpo, principalmente mãos e pés.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)