Clique e assine a partir de 9,90/mês

15 causas que impedem um casal de engravidar

Homens e mulheres que tentam a concepção há mais de doze meses devem procurar ajuda médica — problemas incluem alteração hormonal, stress e endometriose

Por Patricia Orlando - 19 mar 2014, 09h56

O sonho de ter um filho não é fácil de realizar para todo mundo. De acordo a Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva, dois em cada dez casais têm alguma dificuldade em reproduzir, por motivos que vão dos físicos, como o avanço da idade, aos psicológicos, a exemplo da ansiedade. “Podemos dizer que 40% dos fatores causadores da infertilidade são provenientes do homem, 40% da mulher e 20% de ambos”, diz o ginecologista João Dias Jr., coordenador clínico do Centro de Reprodução Humana do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a infertilidade é caracterizada pela ausência de concepção após doze meses de relações sexuais sem a utilização de contraceptivos. “Se depois desse período a gravidez não acontecer, é preciso procurar ajuda médica”, diz o urologista Marcelo Vieira, titular da Sociedade Brasileira de Urologia. Infertilidade não deve ser confundida com esterilidade, uma condição na qual o corpo não é mais capaz de produzir ou excretar gametas (óvulos nas mulheres e espermatozoides nos homens). Nesse cenário, a chance de engravidar é praticamente nula.

Leia também:

Álcool na gravidez, mesmo em pequenas quantidades, eleva risco de parto prematuro

Continua após a publicidade

Trabalho em horários irregulares prejudica fertilidade da mulher

Os principais motivos que atrapalham a chegada do filho, no caso das mulheres, são ligados a três grupos de fatores: os tubo-peritoneais (como as infecções pélvicas), os ovulatórios (como a síndrome do ovário policístico) e os uterinos (como os miomas). Entre os homens, um dos mais comuns é a varicole, que consiste na dilatação das veias de drenagem dos testículos. Com os avanços da medicina reprodutiva, há uma luz no fim do túnel para casais com dificuldade de ter filhos – os problemas mais frequentes costumam ser contornados com medicamentos e procedimentos cirúrgicos. “O conselho básico para quem quer engravidar e não tem nenhuma doença aparente ligada à fertilidade é seguir uma dieta balanceada, praticar exercícios físicos e ficar longe do álcool e do cigarro”, diz Dias Jr.

Publicidade