Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Veja Essa

As frases que marcaram a semana

Criaram elas como filhos desde lá atrás. Só que eu estou dizendo: olha só, seus filhos fugiram e estão drogados.

PAULO GUEDES, ministro da Economia, em alerta aos “pais” incautos das empresas estatais, entre os quais inclui “nosso presidente e nossos militares”

O viés ideológico e político tornou a instituição inviável. (…) A farra dos sem-terra lá no Incra, pode ter certeza que acabou.

LUIZ NABHAN GARCIA, secretário de Assuntos Fundiários, comemorando, com outro viés ideológico, a nomeação do general João Carlos Corrêa para o comando do instituto de reforma agrária

O fato é irrelevante. Que diferença faz quem é Chico Mendes neste momento?

RICARDO SALLES, ministro do Meio Ambiente, dando pouca importância ao seringueiro assassinado em 1988. Depois ele esclareceu que não é Chico Mendes que é irrelevante, e sim alguém querer saber sua opinião sobre ele. Ah, tá

Alguém me explique o que faz uma diretora de uma famosa revista feminina se vestir de sinhá e ficar recebendo os convidados ao lado de duas mucamas?

LILIA SCHWARCZ, antropóloga, comentando no Instagram a pose da socialite e especialista em moda Donata Meirelles em sua festa de 50 anos — uma expressão de racismo estrutural “tão enraizado que parece invisível”. Donata pediu demissão

Então, você está querendo inventar um motivo para ser infeliz? Qual o problema de ter uma segunda profissão? Vai ser feliz, amiga.

ANA PAULA PADRÃO, apresentadora, revelando o conselho que deu a sua colega no programa MasterChef, Paola Carosella, dividida entre a cozinha e o sucesso na TV

Esperava alguma coisa que facilitasse a reconciliação. Mas o que recebi me machucou muito.

THOMAS MARKLE, o pai-problema de Meghan, a duquesa de Sussex, em mais um vazamento à imprensa — desta vez, trechos de uma carta de cinco páginas escritas a mão que a filha lhe mandou em agosto, pedindo que parasse de ser inconveniente

Estão perseguindo Meghan Markle. Uma mulher grávida de sete meses vem sendo atacada e vilipendiada da mesma forma que fizeram com Diana.

GEORGE CLOONEY, amigo da duquesa de Sussex, saindo em sua defesa depois da divulgação de sua carta, para ele “um ato irresponsável”

Ele é uma pintura, uma obra de arte.

GABRIEL RANGEL, treinador de King, o fox terrier de pelo duro agraciado com o título máximo do concurso de cães realizado no Madison Square Garden, em Nova York, uma espécie de Oscar da categoria. King, que é brasileiro, ganhou apresentações nos programas matutinos da TV americana, uma subida ao topo do Empire State Building, um filé no conhecido restaurante Sardi’s e uma aparição em um musical da Broadway

Quando o termo Horário Executivo é usado, geralmente estou trabalhando, e não descansando. Na verdade, devo trabalhar mais horas do que quase todos os presidentes anteriores.

DONALD TRUMP, presidente dos EUA, que, segundo reprodução de sua agenda pela imprensa, passa mais da metade do expediente em atividades sob essa denominação, que se traduzem basicamente em ver TV, tuitar, ligar para os amigos e ler jornais

É uma vergonha, mas recusamos um texto do melhor escritor em língua inglesa de temas políticos do século XX.

ALASDAIR DONALDSON, analista do Conselho Britânico, órgão que em 1946 rejeitou um artigo encomendado a George Orwell sobre a culinária do país. Um arquivista recuperou o caso e o conselho apresentou suas desculpas. A carta de rejeição elogia o artigo — “excelente, com uma ou duas ressalvas” —, mas avalia não ser apropriado falar de comida no ambiente de privações do pós-guerra. Além disso, afirma que a receita de geleia de laranja que o escritor anexou era “muito ruim”

 (Paulo Vitale/VEJA)

Foi com ela minha primeira saída do armário.

MARINA LIMA, cantora, relembrando a parceira de seu primeiro encontro lésbico, quando tinha 17 anos: a colega Gal Costa

Publicado em VEJA de 20 de fevereiro de 2019, edição nº 2622