Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Famosos, secai-vos

Com discurso de guru e métodos pouco ortodoxos, a ex-subcelebridade Mayra Cardi faz fama ajudando estrelas do primeiro time a entrar em forma

Em abril do ano passado, a cantora Anitta decidiu reduzir as medidas para estrelar o clipe da música Paradinha. Recorreu então aos serviços da “coach de emagrecimento” Mayra Cardi, de 34 anos. Durante dois meses, as duas circularam coladas em viagens pelo país. De olho em cada lanche da cliente, a profissional concluiu que a artista tinha compulsão alimentar (chegava a comer uma pizza inteira, diz) e lançou mão de uma regra que soa estapafúrdia: proibiu-a de pronunciar palavras como “brigadeiro” e “bolo”. “Se você diz que está com vontade de comer chocolate, essa mensagem se espalha pelo corpo e, logo, todos os receptores gritam por chocolate”, teoriza. Mayra não tem graduação em psicologia, nem em nutrição, nem em educação física, mas fez cursos nos quais aprendeu, entre outras técnicas, as de neurolinguística, da máxima “querer é poder”. Para ela mesma deu muito certo. Ela vem construindo fama e fortuna à frente da empresa batizada de Seca Você, na qual atua com discursos motivacionais enquanto especialistas cuidam dos treinos às refeições de quem deseja emagrecer.

Do 1,62 metro de altura que tem Anitta, a guru conseguiu arrancar 10 quilos coordenando uma equipe com personal trainer, nutricionista e cozinheira. Com 1,94 metro, o sertanejo Sorocaba viu o ponteiro da balança ir de 106 para 97 em 35 dias. “Eu estava me sentindo extremamente cansado e o refluxo prejudicava minhas cordas vocais”, diz ele. Mayra orientou o segurança do cantor a retirar guloseimas dos camarins e pôs em seu encalço uma chef-bedel durante 24 horas, que o flagrou com uma fatia de bacon na mão numa entrevista em um restaurante — bastou o olhar da fiscal para a gordura ser descartada. Difícil é manter a linha depois de o entourage partir: ele já recuperou 4 quilos.

A mais nova cliente célebre é a atriz Cleo Pires, que eliminou 5 quilos no início do ano, com a ajuda de chef e personal trainer que a acompanharam em viagens. Essa paparicação com tanta gente ao redor faz parte do programa batizado de “personnalité”, que é caríssimo: custa de 70 000 a 150 000 reais. Na versão mais simples, de 1 899 reais, o interessado segue as instruções por videoconferências. Foi a opção da atriz Larissa Manoela, que passou de 54 para 50 quilos, mas achou trabalhoso cumprir as regras à risca. “Um dos problemas é andar sempre com marmita e achar um micro-ondas.”

BOCA FECHADA –
Anitta e Sorocaba: ela foi proibida de falar em doces; ele acabou flagrado com bacon na mão

BOCA FECHADA –
Anitta e Sorocaba: ela foi proibida de falar em doces; ele acabou flagrado com bacon na mão (./VEJA)

Com tonificados 58 quilos em 1,68 metro e 12% de gordura corporal, Mayra é sua melhor propaganda. Antes avessa a academia e fã de fast-food, teve, aos 27 anos, um problema na tireoide que a obrigaria a tomar remédios pela vida toda. “Cheguei a fazer iodoterapia e meus cabelos caíram. Fiquei só joelho e cabeça”, lembra. Com a mudança para uma vida mais saudável, livrou-se dos medicamentos. Formada em jornalismo, partiu em 2014 para os Estados Unidos, onde estudou coaching, a técnica de orientação de pessoas para atingir objetivos particulares ou profissionais. Graças ao êxito no mundo fitness, acabou por deixar para trás os tempos de subcelebridade, que começaram na nona edição do Big Brother Brasil, da qual se arrepende de ter participado. “É como se houvesse um selo de ex-BBB na testa, que significa pessoa incapaz, sem profissão.” Ao ser eliminada da atração, com 62% dos votos, a moça descobriu que fora vítima do vazamento de um vídeo íntimo na internet. “Só não me matei por causa do meu filho”, afirma ela, mãe de um garoto de 17 anos. Em alta, Mayra se dá hoje ao luxo de não fazer publicidade em posts no Instagram, rede social na qual tem 1,6 milhão de seguidores. Ajuda no status o casamento com Arthur Aguiar, galã da novela das 9 da Rede Globo, O Outro Lado do Paraíso. Os dois se uniram no civil em dezembro, ao estilo pouco ortodoxo da ­coach. Como o ator não conseguia brechas entre as gravações, ela fez um enlace-surpresa. Em uma sexta-feira, quando o rapaz acordou, na cobertura do casal de frente para o mar, na Barra da Tijuca, a cerimônia estava montada, com juiz, arranjos florais e convidados. “Ela trouxe o cartório para a nossa casa”, disse Aguiar na ocasião. Isso é que é serviço personnalité.

Publicado em VEJA de 7 de março de 2018, edição nº 2572