Clique e assine com 88% de desconto

A conquista do trilhão

A Apple alcança uma inédita marca no mercado

Por Marcelo Sakate - 3 ago 2018, 07h00

A Apple atingiu um feito inédito na história do mercado americano: chegou ao valor de 1 trilhão de dólares, algo jamais alcançado por companhia alguma, nem mesmo no auge da bolha da internet, há duas décadas. Na quinta-feira 2, o valor total das ações da Apple era equivalente a 1,002 trilhão de dólares, com uma valorização acumulada acima de 20% neste ano. Os números trimestrais da empresa superaram as projeções dos analistas, na esteira das receitas positivas obtidas com as vendas do carésimo iPhone X.

Havia dúvidas se o celular, cujo preço parte de 1 000 dólares nos EUA e de 7 000 reais no Brasil, seria um sucesso de vendas, mas os aficionados da marca parecem ter acreditado que vale a pena fazer esse investimento em um aparelho. Além disso, o balanço mostrou que a estratégia de diversificação de receitas, conduzida pelo presidente Tim Cook, está surtindo efeito, com o crescimento de seus serviços de venda de aplicativos e de música. Cook, ao contrário de Mark Zuckerberg, tem motivos de sobra para abrir o sorriso.

Publicado em VEJA de 8 de agosto de 2018, edição nº 2594

Publicidade