Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Veja Essa: Mick Jagger, Jair Bolsonaro e Paola Carosella

As frases que marcaram a semana

Por Lizia Bydlowski Atualizado em 27 Maio 2022, 14h10 - Publicado em 27 Maio 2022, 06h00

“Não estou dizendo que a gente deve voltar para a União Europeia. Isso é passado. Mas, pela minha experiência pessoal e pelo que dizem amigos em outros ramos de negócio, não foi um sucesso, foi um pesadelo. Nos isolamos.”
MICK JAGGER, músico, descendo a lenha no Brexit pelo impacto que teve na organização de turnês

“Não aguento mais. Temos de agir. E não venham me dizer que não podemos fazer nada diante dessa carnificina. Pelo amor de Deus, precisamos tomar coragem e enfrentar a indústria.”
JOE BIDEN, presidente americano e defensor de leis mais rigorosas para compra e porte de armas, depois que um rapaz de 18 anos invadiu uma escola no Texas e matou dezenove crianças pequenas e dois adultos

“Parabéns aos guerreiros do Bope e da Polícia Militar do Rio de Janeiro que neutralizaram pelo menos vinte marginais ligados ao narcotráfico.”
JAIR BOLSONARO, presidente brasileiro, exaltando a operação policial que matou 25 pessoas em uma favela carioca

“É muito difícil se relacionar com quem apoia Bolsonaro por dois motivos: ou porque é um escroto, ou porque é burro.”
PAOLA CAROSELLA, chef de restaurante estrelado em São Paulo. Após a declaração, bolsonaristas postaram uma enxurrada de avaliações negativas e a casa baixou de 4,5 para 1,7 estrela. Mas continuou com fila na porta

“Ele podia estar passando a caminho dos seus aposentos. Mas não parou e disse: ‘Isso não devia estar acontecendo’. Ou: ‘Pessoal, vamos todos para casa? Vamos manter distância? Vamos usar máscara?’. Não, ele não falou nada disso. Ele parou mesmo para pegar um drinque.”
FUNCIONÁRIO do gabinete do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, descrevendo em um documentário sua atitude em uma das várias festas no local durante a pandemia. Um relatório independente considerou a atuação do governo “inaceitável”

KATE MOSS
KATE MOSS – @katemosslatest/Instagram
Continua após a publicidade

“Ele nunca me empurrou, me chutou ou me jogou escada abaixo.”
KATE MOSS, modelo que namorou Johnny Depp, desfazendo antigo boato ao depor via vídeo no comentadíssimo julgamento de mútuos processos dele e da ex-mulher Amber Heard

“Ou ele apela demais para referências literárias, ou usa menos do que deveria.”
OLENA ZELENSKA, roteirista, achando defeito nos muito admirados discursos do marido, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky

“Tenha sua própria mídia. É a única maneira de ressaltar a insanidade da esquerda progressista.”
VIKTOR ORBÁN, primeiro-ministro conservador da Hungria, dando sua receita para resolver os males do mundo. Ele sabe do que fala: enquadrou todos os meios noticiosos e acabou com a livre imprensa em seu país

“Sou o tipo de atleta que tira motivação da subida no ranking.”
NAOMI OSAKA, tenista campeã que se afastou para tratar de problemas mentais, abrindo mão de disputar o torneio de Wimbledon, que não vai contar pontos na tabela oficial porque decidiu banir a Rússia. Naomi está em 38º lugar

“Tenho uma lista de coisas e uma delas é pegar uma onda bem grande mesmo. Gosto de surfar, mas surfo onda pequena. Também tenho vontade de pilotar um helicóptero sozinha. Acho que o resto, quase tudo já fiz.”
LETICIA BUFONI, skatista campeã, que diminuiu o ritmo de competições para aproveitar mais a vida

Publicado em VEJA de 1 de junho de 2022, edição nº 2791

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)