Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Veja Essa: Dom Orlando Brandes, Eduardo Bolsonaro e Renata Vasconcellos

As frases que marcaram a semana

Por Lizia Bydlowski Atualizado em 15 out 2021, 11h20 - Publicado em 15 out 2021, 06h00
Dom Orlando Brandes -
Dom Orlando Brandes – Bruno Castilho/Futura Press

“Pátria amada não pode ser pátria armada.”
DOM ORLANDO BRANDES, arcebispo de Aparecida, mandando recado ao governo na missa celebrada no dia da padroeira do Brasil

“Lamentavelmente, o hospital não tem mais condições de suportar o ônus financeiro e humano decorrente da vigilância privada.”
HOSPITAL SAMARITANO da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, pedindo que o ex-deputado Roberto Jefferson volte para a cadeia, pois tem condições de alta imediata. Ele passou por um cateterismo

“Um dos mais sérios fracassos na área da saúde que o Reino Unido já experimentou.”
RELATÓRIO da comissão do Parlamento britânico encarregada de avaliar a estratégia do governo contra o novo coronavírus. A crítica se refere apenas aos primeiros meses

“Os alunos merecem se reconhecer nos que aprendem.”
GAVIN NEWSOM, governador da Califórnia, ao anunciar a introdução no currículo escolar de uma nova matéria obrigatória: estudos étnicos

“Garanto que não voltará a acontecer.”
JAY Y. LEE, vice-presidente da Samsung e filho do fundador, ao confessar que usou uma substância ilegal, propofol, durante cinco anos. Ele também é julgado por manipulação de ações e já foi condenado por suborno e desfalque

“Queremos tornar o Lego mais inclusivo. Incentivar meninos e meninas a brincar com os cenários que tradicionalmente são vistos como impróprios para eles.”
JULIA GOLDIN, diretora de produto e marketing da fabricante de brinquedos, que decidiu remover da caixa dos produtos a indicação “para meninas” e “para meninos”

“Nem pensei na possibilidade de as crianças assistirem. Essa obra não é para elas. Estou perplexo que estejam vendo.”
HWANG DONG-HYUK, diretor da série coreana Round 6, o novo — e violentíssimo — megassucesso da Netflix

Continua após a publicidade

“Será que não entenderam que é uma canção sobre os horrores da escravidão? Estão tentando enterrá-la.”
KEITH RICHARDS, guitarrista, inconformado com a remoção de Brown Sugar, composta por ele e Mick Jagger e criticada pela letra politicamente incorreta, do repertório dos shows dos Rolling Stones pela primeira vez em décadas. Jagger contemporizou: “Vamos ver. Talvez ela volte”

Carol Castro -
Carol Castro – Reprodução/Instagram

“Eu podia ter enveredado por um caminho muito ruim. Tinha amigos e conhecidos que cheiravam cola. Só quis fazer uma tatuagem. Foi (…) um grito de rebeldia.”
CAROL CASTRO, atriz, falando pela primeira vez sobre o desenho que cobre seu abdômen

“Substituir Clark Kent por outro salvador branco e hétero me pareceu uma oportunidade perdida.”
TOM TAYLOR, autor do novo Super- Homem, Jonathan Kent, filho do original com Louis Lane, que é bissexual e beija um rapaz logo na primeira história

“A intenção (…) é destruir a masculinidade dos mais tolerantes para dominar esses cordeiros e instigar o ódio nos mais resistentes (…) para depois a esquerda se dizer protetora dos gays.”
EDUARDO BOLSONARO, deputado (PSL-SP), detectando um complô maligno no mundo dos quadrinhos

“Ir ao banheiro, só se for uma emergência grande.”
RENATA VASCONCELLOS, apresentadora, contando no Instagram o que pode e o que não pode na bancada do Jornal Nacional

“Por ter sido modelo, sempre tive essa vida de trocar de roupa na frente dos outros entre os desfiles.”
AGATHA MOREIRA, atriz, afirmando que, para ela, nudez “nunca foi um grande tabu”

“Em nome das minhas inseguranças e por acreditar que ele me amava, segui por anos sofrendo todos os tipos de abusos psicológicos e emocionais dentro de casa.”
LUISA MELL, apresentadora, que acusa o ex-marido Gilberto Zaborowsky de assédio e ameaças. Eles se separaram em julho

Publicado em VEJA de 20 de outubro de 2021, edição nº 2760

Continua após a publicidade

Publicidade