Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Uma cilada para Sergio Moro

O ministro da Justiça é alvo de uma tramoia articulada por um grupo de advogados e políticos que quer constranger o ex-juiz da Operação Lava-Jato

A foto acima foi tirada em fevereiro de 2017. O então juiz Sergio Moro está ao lado de dois amigos: os empresários Rafael Ghignone (de camisa quadriculada) e Fábio Aguayo (de camisa preta), dirigentes do Sindicato das Empresas de Gastronomia, Entretenimento e Similares de Curitiba (SindiAbrabar). Nas pontas, vestidos com terno e gravata, estão os advogados Renato Araújo Júnior (à direita) e Leonardo Cabral Dias (à esquerda), presos tempos depois pela Polícia Federal juntos com uma organização criminosa que fraudava processos e arrecadava propina no Ministério do Trabalho. Moro só conheceu Leonardo e Renato na ocasião da foto. O grupo participava de uma festa para comemorar a obtenção do registro oficial da SindiAbrabar depois de anos de tentativas. A imagem, postada desde então no Facebook do sindicato, vai ser usada para sustentar uma bruxaria contra o agora ministro da Justiça. Reportagem de VEJA desta edição relata como uma tramoia está sendo articulada por um grupo de advogados e políticos para constranger o ex-juiz da Lava-Jato — e terá como protagonistas os personagens engravatados que aparecem na fotografia.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Palhaçada! Como Moro poderia sequer imaginar que os doutores ao lado dele, iriam se tornar futuros meliantes?

    Curtir

  2. Nelson Sarinho

    Resta saber quem são “os advogados”. Talvez sejam aqueles que defendam o crime organizado de olho nos polpudos honorários. Não passam de criminosos bem vestidos.

    Curtir

  3. Jose Roberto de Lima Machado

    OAB precisa ser repensada.

    Curtir