Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

STF revoga prisão domiciliar de Andrea Neves

Decisão também beneficia primo do senador e ex-assessor parlamentar; os três são acusados de corrupção passiva a partir das delações do grupo J&;F

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta quinta-feira revogar as prisões domiciliares de Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG), de Frederico Pacheco de Medeiros e de Mendherson Souza Lima, ex-assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG). Os três estavam sob medidas cautelares desde maio, quando vieram a público as delações premiadas do grupo J&F.

Para justificar a decisão, que também livra os três de utilizarem tornozeleira eletrônica e permite que os investigados conversem entre si, Marco Aurélio alega a longa duração das medidas, que ganharam “contornos de prisão mitigada” e ressalta que já foi oferecida denúncia contra eles pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Portanto, já estaria concluída a fase de investigação.

As únicas exigências do ministro é que os investigados adotem “a postura que se aguarda do homem médio, integrado à sociedade”, informem endereços de residência, eventuais transferências e atendam aos chamamentos judiciais.

Andrea Neves, Frederico, primo de Aécio, e Mendherson são acusados pelo Ministério Público de corrupção passiva, com base nas declarações e gravações entregues pelo empresário Joesley Batista, além da ação controlada realizada pela Polícia Federal. Joesley se gravou em conversas com Andrea e Aécio Neves em que combina o pagamento de 2 milhões de reais – segundo ele, valores de propina; de acordo com o tucano e sua irmã, um empréstimo para custear a defesa do senador na Operação Lava Jato.

Essa denúncia ainda não foi analisada pela Primeira Turma do Supremo, o que não tem prazo para ocorrer. Apesar de Andrea, Frederico e Mendherson não terem foro privilegiado, o caso tramita no STF por ter Aécio Neves entre os acusados. Se a primeira turma decidir aceitar a acusação, Aécio vai se tornar réu.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jefferson Weiller

    Isto todos nós sabíamos que aconteceria, esses poderosos não ficarão presos jamais. Nós é que devemos expurgá-los do nosso convívio, ao ponto de não deixá-los transitar livre pelas ruas, mercados, etc…., pois ao reconhecê-los, devemos apontá-los, vaiá-los, et… Essa é única maneira de puni-los, mostrando nossa indignação, pois presos não serão, com certeza.

    Curtir

  2. Gilvani Marinho

    Olha o acordão aí, juizes do supremo interpretando a lei sempre a favor dos criminosos, o que esperar de um país decrépito onde até as forças armadas é comandada por um general comunista, com doença degenerativa, e que só vai se aposentar quando todos os generais intervencionistas também se aposentem? O que esperar desse país?

    Curtir

  3. Karlos Andre

    meu Deus que VERGONHAA!!! maior BANDIDAA!! CORRUPTA aqui de MINAS! quanta pobreza QUE ESSA CROJA CAUSA!
    “O MUNDO É PERIGOSO NÃO POR CAUSA DAQUELES QUE FAZEM O MAL, MAS POR CAUSA DAQUELES QUE VÊEM E DEIXAM O MAL SER FEITO” (ALBERT EINSTEIN)

    Curtir

  4. news da hora

    Os ministros do STF estão se especializando em defender criminosos poderosos .

    Curtir

  5. news da hora

    As leis tem que ser para todos .

    Curtir

  6. news da hora

    Polícia Federal prende ! Moro e Bretas também , infelizmente o STF solta .

    Curtir

  7. news da hora

    Cadeia neles ! Lava jato em todos eles , independente de partidos .

    Curtir

  8. Francisco Lemos

    Brasil parece terra sem lei, nao e sra dodge?

    Curtir