Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Posse de Bolsonaro tem público abaixo do esperado

GSI estimou em 115 mil o número de pessoas que acompanhou cerimônia; expectativa era de 250 mil a meio milhão

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República estimou em 115.000 o número de pessoas que acompanharam a cerimônia de posse do presidente Jair Bolsonaro (PSL). O número ficou bem abaixo do esperado pela organização.

A expectativa inicial era que entre 250.000 e 500.000 pessoas comparecessem à Esplanada dos Ministérios em Brasília. Este cálculo foi feita pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, que não divulgou nenhuma estimativa no decorrer do evento e afirmou que caberia ao GSI divulgar o público. Em 2003, a Polícia Militar estimou 150.000 pessoas presentes à posse de Luiz Inácio Lula da Silva.

Durante a manhã desta terça-feira, o tempo não ajudou muito e choveu na região da Esplanada dos Ministérios. À tarde, apesar das nuvens carregadas, o clima melhorou gradativamente e o sol saiu durante a cerimônia de posse de Bolsonaro.

A cerimônia contou com forte esquema de segurança. Mais de 10.000 agentes, incluindo Forças Armadas, polícias e setor inteligência, foram envolvidas na posse. A parte ostensiva da segurança contou com cerca de 4.600 homens do Exército, 200 da Marinha, 200 da Aeronáutica, 4.700 policiais militares, incluindo cavalaria e cães farejadores, e os 46 policiais federais que não sairão de perto de Bolsonaro. Outros 300 policiais civis do Distrito Federal e agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) estiveram infiltrados em meio à multidão. No teto do Planalto, ficaram posicionados atiradores de elite.

(com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ricardo Fanny

    Mas foi o mais votado entre todos candidatos, chupá veja. #bolsonaropresidente

    Curtir

  2. Na frase: “46 policiais federais que não sairão de perto de Bolsonaro.” O verbo deveria está no passado, “saíram” e não no futuro, “sairão”. Melhora a edição, Veja!

    Curtir

  3. Jéssica Leão

    Veja de esquerda tinha que ser ¬ os erros na redação deixa evidente isso

    Curtir

  4. Aloizio Barros

    Bom, nos tempos do PT, o partido e sua militância traziam caravanas de ônibus do Brasil inteiro, sem falar no pão com mortadela. Depois a conta veio para nós cidadãos de bem, pagarmos. Deu no que deu. Na de Bolsonaro, foram as pessoas de bem e sem “financiamento”. Alguém viu centenas, milhares de ônibus estacionados no entorno? Nâo não é?

    Curtir

  5. alvaro moraes

    115 mil foi um numero bastante alto, levando em conta o fortíssimo esquema de segurança que foi montado. Esse foi o motivo de não ter tido mais gente.

    Curtir

  6. It is up to the child to take advantage of
    the opportunity. The thoughts are a powerful tool plant food to switching your life.
    Soon enough you’ll get calls and large profits coming your way.

    Curtir