Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Pimentel e Anastasia devem protagonizar primeiro debate em MG

Atual governador e seu antecessor personificam polarização entre PT e PSDB; mesmo sem apoio do seu partido, Márcio Lacerda (PSB) confirmou presença

Por Lucas Rocha Atualizado em 16 ago 2018, 15h09 - Publicado em 16 ago 2018, 15h07

Os candidatos ao governo de Minas Gerais se encontram nesta quinta, às 22h, no primeiro debate da eleição estadual, realizado pela TV Bandeirantes. O atual governador Fernando Pimentel (PT) e seu antecessor, Antonio Anastasia (PSDB), devem protagonizar o confronto. Além da transmissão ao vivo, o debate poderá ser acompanhado em tempo real pelo Facebook, Youtube e na rádio BandNews.

A expectativa é que ambos repitam a troca de acusações sobre má gestão de seus governos feita desde 2015, quando Pimentel, recém-empossado, acusou o governo do tucano de ser responsável por um déficit de cerca sete bilhões de reais. Os dois vêm liderando as pesquisas eleitorais, entre elas um levantamento CNT/MDA, divulgado no dia 31 de julho: o tucano com 21,5% e o petista com 13,3% das intenções de voto.

Os dois também devem responder a perguntas que os relacionam a escândalos de corrupção. Pimentel foi envolvido na Operação Acrônimo, que apura um suposto esquema de lavagem de dinheiro para campanhas eleitorais — um dos inquéritos foi arquivado. Já Anastasia responde a um inquérito, ainda não concluído, decorrente da delação de ex-executivos da Odebrecht.

Apesar de ter a candidatura questionada pelo diretório nacional de seu próprio partido, o ex-prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda (PSB) confirmou presença no debate — ele está em terceiro na pesquisa, com 9,7% das intenções de voto. Ele rebelou-se contra um acordo em que o PSB comprometeu-se com o PT a desistir da postulação em Minas Gerais em movimento para isolar Ciro Gomes (PDT) nas eleições presidenciais.

Continua após a publicidade

Ex-secretário de Pimentel, João Batista Mares Guia (Rede) rompeu com o governador e tem subido o tom de suas críticas ao governo. Também irão participar os candidatos Dirlene Marques (Psol) e Claudiney Dulim (Avante). Não irão participar Alexandre Flach (PCO), Jordano Metalúrgico (PSTU) e Romeu Zema (Novo) porque seus partidos ou coligações não cumprem o requisito de ter pelo menos cinco representantes no Congresso Nacional.

O debate será dividido em cinco blocos, sendo o primeiro reservado para perguntas entre os candidatos, com tema livre. O segundo bloco será dedicado  aos temas sorteados ao vivo e as perguntas serão feitas pelos telespectadores, enquanto o terceiro será dedicado para as perguntas dos jornalistas, que irão escolher o candidato que responde e outro para comentar a resposta. O quarto bloco repete os confrontos diretos entre os candidatos e o último será reservado para as considerações finais.

Pesquisa CNT/MDA, divulgada em 31 de julho

Antônio Anastasia (PSDB) – 21,5%
Fernando Pimentel (PT) – 13,3%
Márcio Lacerda (PSB) – 9,7%
Romeu Zema (Novo) – 3,2%
Rodrigo Pacheco (DEM) – 2,4% (não registrou candidatura)
João Batista dos Mares Guia (Rede) – 2,0%
Brancos/Nulos – 28,1%
Indecisos – 19,7%

Número de registro: MG-04357/2018. A MDA ouviu 2.002 pessoas, entre 26 e 29 de julho. O nível de confiança é de 95%, e a margem de erro, de 2,2 pontos percentuais.

Continua após a publicidade

Publicidade