Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Paulo Maluf recebe ‘visita humanitária’ da mulher

Deputado federal, antes reticente em receber familiares, se encontrou por 20 minutos com a esposa, que não precisou passar pelo protocolo de segurança

Por João Batista Jr. Atualizado em 26 mar 2018, 18h02 - Publicado em 26 mar 2018, 15h36

Antes reticente em receber visita de familiares na Papuda, cadeia de Brasília onde cumpre pena desde dezembro de 2017, o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), 86 anos, recebeu na segunda-feira passada (19) a visita da mulher, Sylvia, de 82 anos. Ela esteve no local por vinte minutos. Tratou-se de uma “visita humanitária”, nome técnico que a direção do presídio dá aos que visitam presos idosos e doentes, entre outros. Nesses casos, a pessoa não precisa se submeter ao protocolo de segurança, que inclui ficar nua na hora da revista.

Dona Sylvia insistiu muito para ver o marido. Ela não sai de casa e cancelou o jogo diário de tranca com a as amigas desde a prisão de Maluf. Ainda não há outra data marcada para ir vê-lo na cadeia. Flavio, um dos quatro filhos do casal, pede muito para ver o pai, que até o momento não autorizou sua entrada.

Publicidade