Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministra dos Direitos Humanos pede demissão e deixa governo

Atuação de Luislinda Valois era criticada no Planalto; cargo será ocupado por Gustavo do Vale Rocha, subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, entregou nesta segunda-feira (19) sua carta de demissão ao presidente Michel Temer (MDB). A pasta será assumida pelo subchefe de Assuntos Jurídicos (SAJ) da Casa Civil, Gustavo do Vale Rocha, que, segundo fontes no Planalto, vai acumular as duas funções. A exoneração e a nomeação serão publicadas nesta terça (20) no Diário Oficial da União.

Rocha já havia sido cotado para assumir outras pastas no governo e foi citado inclusive como uma possibilidade de cuidar do ministério extraordinário da Segurança, que Temer prometeu criar em breve. Ele se tornou homem de confiança do presidente, mas é controverso dentro do governo e sempre é lembrado por ter advogado para o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.

De acordo com fontes no Planalto, Temer avaliava trazer a Secretaria de Direitos Humanos de volta para o Ministério da Justiça. No entanto, agora com a nomeação de Vale Rocha, Temer deve manter a pasta com status de ministério.

Em dezembro do ano passado, Luislinda Valois pediu desfiliação do PSDB para permanecer no cargo mesmo após o desembarque dos tucanos. Criticada no Planalto por ter uma atuação “apagada”, Luislinda, no entanto, já estava praticamente descartada e Temer buscava apenas um nome.

Ela causou polêmica depois de pedir ao governo para ganhar o salário integral do cargo, o que elevaria seus vencimentos mensais para R$ 61,4 mil, já que ela também recebe como desembargadora aposentada do Tribunal de Justiça da Bahia. Após a repercussão negativa, Luislinda desistiu do pedido.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Dinheiro público jogado no ralo. Acabou a boquinha. Se não fosse notícia, nem saberia que existia. Lamentável.

    Curtir

  2. Alberto de Araujo

    Este ministério mas parece um puxadinho do Ministério da Justiça.Uma arrumação política que serve para denegrir a imagem do governo.

    Curtir

  3. carlos campos alves filho

    Já vai tarde.

    Curtir

  4. Ainda bem. Foi a melhor decisão que ela tomou desde que assumiu a pasta.
    Era uma inútil oc upando a chefia de um Ministério desnecessário.
    Agora é só extinguir o Ministério para diminuir o tamanho do cabide de empregos.

    Curtir

  5. Artur Britto

    Essa véia é horrorosa por dentro e por fora, coisa feia, com certeza nunca se casou, esse tribufu do caraio.

    Curtir

  6. Almicre Piovezan

    Vai tarde essa bruxa!

    Curtir

  7. Social Democrata

    Se for por falta de adeus…já vai tarde, luizfeia. Essa ai tem cara de petista de carteirinha.

    Curtir

  8. Otavio Santos

    Vai fazer uma falta danada…………….

    Curtir

  9. Foi demitida por justa causa….sai pela porta dos fundos esse mau exemplo. Deve ser uma petista enrustida no ninho dos b mole tucanos.

    Curtir

  10. Gilberto Ewald Lenhardt

    Já foi tarde!!!
    O Presidente já deveria te-la defenestrado desde o momento em que reivindicou aquela aberração e se comparou a escravos.
    É de se admirar uma Desembargadora agir da forma como agiu à época!

    Curtir