Clique e assine a partir de 9,90/mês

Em vídeo, papa Francisco diz que juízes devem ser isentos

Religioso pediu orações a quem administra a Justiça; usuários do Twitter relacionaram mensagem a Sergio Moro

Por Leonardo Lellis - Atualizado em 4 jul 2019, 11h24 - Publicado em 4 jul 2019, 11h10

Em vídeo publicado nesta quinta-feira, 4, o papa Francisco ressaltou a importância da independência dos juízes e disse que ela deve ajudá-los a serem “isentos de favoritismos e das pressões que possam contaminar as decisões que devem tomar”.

As imagens mostram a encenação de uma audiência em que as partes mostram diferentes imóveis: de um lado um prédio em um resort; do outro, uma casa simples.

“Os juízes devem seguir o exemplo de Jesus, que nunca negocia a verdade. Rezemos para que todos aqueles que administram a justiça operem com integridade e para que a injustiça que atravessa o mundo não tenha a última palavra”, completa a mensagem.

Nos comentários da mensagem, publicada no Twitter, muitos seguidores fizeram menções ao ministro Sergio Moro, que tem sua atuação como juiz contestada após a divulgação de uma série de mensagens com o procurador Deltan Dallagnol.

Continua após a publicidade
Publicidade