Clique e assine a partir de 9,90/mês

De quem é essa promessa?

Das ideias mais genéricas às de execução mais complexa, o papel aceita qualquer coisa para os candidatos apresentarem suas propostas

Por Leonardo Lellis - Atualizado em 17 Aug 2018, 07h16 - Publicado em 17 Aug 2018, 07h04

Obrigação prevista na Lei Eleitoral e demanda recorrente de quem vota, as propostas de governo que os candidatos devem apresentar à Justiça Eleitoral misturam as mais anódinas platitudes a ideias tão inexequíveis quanto complexas. Em outros casos, elas apenas surpreendem pelo contraste que evidenciam com o discurso dos postulantes.

Se não podem ser cumpridas, na realpolitik, elas têm a utilidade de enviar sinais a determinados grupos eleitorais para compensar alguma deficiência de desempenho do candidato ou evitar maiores questionamentos durante a campanha. Só que no afã de tentar agradar a todos, essas ideias bem que poderiam ser compartilhadas entre os adversários de diferentes colorações ideológicas.

Faça o teste e descubra de quem é cada promessa:

Publicidade