Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

A quem parte do PT atribui a declaração desastrosa de Lula sobre o aborto

Petistas dizem que a sugestão teria partido de "Janja", recém-casada com o ex-presidente, que assumiu papel de protagonismo na campanha do candidato

Por Ricardo Chapola e Leticia Casado Atualizado em 12 jun 2022, 09h49 - Publicado em 11 jun 2022, 10h29

Ao se tornar uma das principais conselheiras do ex-presidente Lula, inclusive para assuntos relacionados à política, a socióloga Rosângela da Silva, conhecida como “Janja”, recém-casada com o petista, passou a receber ressalvas de parte dos líderes do PT. Embora seja militante do partido desde os anos 80, Janja é vista pelos críticos como alguém que não tem a experiência necessária para exercer o protagonismo que assumiu na campanha de Lula.

A ela têm sido atribuídas algumas das desastrosas declarações do ex-presidente, como a defesa que ele fez, em abril, da liberação do abortoO tema não era debatido em nenhuma instância do PT naquele momento, muito mesmo entre aqueles que participam da elaboração do programa de governo que será apresentado pelo ex-presidente. 

Desde o ano passado, o plano do partido é priorizar o debate econômico, com destaque para assuntos como a inflação e o poder de compra das famílias, para derrotar Jair Bolsonaro. Até por isso, a ordem interna é para que se evitem temas da pauta de costumes, sobretudo aqueles mais polêmicos e com potencial para afastar o eleitor conservador. Ao falar de aborto, Lula cometeu um erro do ponto de vista eleitoral, tanto que depois tentou desdizer o que disse.

Pesquisa Genial/Quaest divulgada na quarta-feira 8 mostrou o tamanho do dano que esse assunto pode causar na campanha petista. Perguntados sobre o que fariam se o seu candidato defendesse o direito ao aborto, 50% dos entrevistados declararam que isso diminuiria as chances de votar nele. Só 7% afirmaram o contrário — que aumentaria as chances de voto. Não à toa, os bolsonaristas têm divulgado a fala de Lula sobre o aborto desde abril.

Como faz parte da cartilha petista rezar que o ex-presidente nunca erra, Janja tem sido responsabilizada pela derrapada. Segundo estrelas do partido, ela virou uma figura tão importante que praticamente controla a agenda de Lula, selecionando com quem o ex-presidente deve ou não se encontrar. Ela também é alvo de frequentes comparações com Marisa Letícia, ex-mulher de Lula já falecida, muito respeitada internamente, inclusive por sua discrição.  

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)