Clique e assine a partir de 9,90/mês

Bolsonaro pode ser condenado por genocídio?

Thomas Traumann analisa a possibilidade de o presidente da República e o ministro da Saúde serem investigados por tribunais internacionais

Por Thomas Traumann - Atualizado em 22 jul 2020, 18h00 - Publicado em 22 jul 2020, 16h11

A polêmica entre Gilmar Mendes e o Exército sobre a cumplicidade das Forças Armadas em um suposto genocídio no desastre do combate ao coronavírus gerou muita fumaça, mas pouca luz.

As pessoas discutiram se a palavra genocídio era exagerada, se não haveriam novas manifestações pedindo o fechamento do Supremo, se Pazuello seguiria no Ministério da Saúde, mas quase ninguém discutiu sobre uma questão fundamental: o governo brasileiro pode ser processado nos tribunais internacionais pelas mortes por Covid-19 no Brasil?

Gilmar Mendes ouviu que sim. Juristas europeus estariam se preparando para iniciar um pedido de abertura de investigação internacional contra Jair Bolsonaro e o general Pazuello pelos erros que ampliaram o número de mortos no Brasil. O principal argumento do pedido seria a distribuição de cloroquina nas aldeias indígenas.

Entenda nesta edição do podcast Traumann Traduz

Publicidade