Clique e assine a partir de 8,90/mês

A pandemia de Covid-19 não acabou

Thomas Traumann analisa o combate à pandemia depois de sete meses

Por Thomas Traumann - Atualizado em 21 set 2020, 17h02 - Publicado em 21 set 2020, 16h47

Sete meses depois, é difícil achar alguém que suporte falar de Covid-19. Estamos todos extenuados, seja por ter chorado a morte de familiares e amigos, por ter sofrido com a contaminação de pessoas queridas, seja pelo medo de ter alguém próximo infectado. Foram meses muito duros, em que tivemos de nos adaptar a um trabalho à distância, escolas à distância, amigos à distância. E tudo isso com um debate inútil com o presidente jogando contra o tempo todo, atrapalhando os esforços de quem queria combater o vírus do jeito certo.

O que é importante agora é ter calma. Já aguentamos sete meses. É preciso que as prefeituras impeçam aglomerações e que a volta das empresas ao trabalho nos escritórios seja cautelosa. Não adianta fingir que a pandemia acabou e sofrermos uma onda mais violenta mais à frente.

Mas ainda tem uma coisa que você pode fazer.

Entenda nesta edição do podcast Traumann Traduz

Publicidade