Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vulcões no Pacífico entram em atividade e ameaçam ilhas

No arquipélago de Vanuatu, retirada da população de uma das ilhas será completa; mais de 100.000 pessoas foram levadas a abrigos de segurança em Bali

Vulcões no Pacífico obrigaram dezenas de milhares de pessoas a abandonarem as ilhas de Bali, na Indonésia, e Ambae, parte do arquipélago de Vanuatu. De acordo com especialistas, a atividade vulcânica simultânea nos dois lugares é uma “coincidência”.

Em Ambae, todos os 11.000 habitantes foram obrigados a deixar suas casas e serão realocados em outras ilhas do país devido à atividade intensa do vulcão Manaro Voui. No fim de semana, por causa de uma “erupção moderada”, mais de 6.000 pessoas já haviam sido levadas a abrigos no próprio local. Agora, a população completa deve ser retirada da ilha até a próxima sexta-feira – uma medida inédita, de acordo com oficiais locais.

“Retiramos as pessoas das áreas de maior risco, na parte alta da ilha, para abrigos”, disse Shadrack Welegtabit, diretor da agência nacional de gerenciamento de desastres em entrevista à agência France Press. Diante da probabilidade de uma erupção completa, as autoridades optaram pela desocupação total e grande parte da população deve ser realocada na ilha vizinha de Pentecost.

Em Bali, a ameaça de erupção do Monte Agung, que há dias vem lançando fumaça branca e provocando tremores por toda a área, fez com que o governo levasse mais de 134.000 pessoas a abrigos de segurança e decretasse uma zona de exclusão a um raio de doze quilômetros do centro do vulcão, que pode entrar em erupção a qualquer momento. A atividade sísmica fez com que milhares de pessoas deixassem suas casas já na semana passada.

O aeroporto internacional de Bali continua operando, mas segue em estado de alerta devido a interrupções causadas pelas cinzas do vulcão. Mais de 1.000 pessoas morreram na última vez que o Monte Agung entrou em erupção, em 1963.

Segundo Benjamin Andrews, do Programa Global de Vulcanismo do Smithsonian Institution, o fato de ambos os vulcões apresentarem simultaneamente sinais de erupção é uma coincidência. Tanto a Indonésia quanto Vanuatu estão localizados no Círculo de Fogo do Pacífico, uma área de intensa atividade vulcânica que cobre cerca de 40.000 quilômetros do sudeste asiático e Nova Zelândia até as Américas do Norte, Central e do Sul.

México

No México, o vulcão Popocatépetl, situado a cerca de 55 quilômetros da Cidade do México, também registrou uma série de exalações de baixa intensidade, além de dois sismos vulcânicos, provocando a queda de cinzas em zonas vizinhas. O fenômeno, segundo informou o governo mexicano, está “dentro dos parâmetros normais do vulcão”.

O país ainda se recupera do terremoto de 7,1 graus de magnitude que atingiu a sua região central no dia 19 de setembro. As autoridades mexicanas atualizaram o número de mortos da tragédia, que chegou à marca de 337 pessoas – 74 vítimas em Morelos, 45 em Puebla, 13 no Estado do México, seis em Guerrero e uma em Oaxaca.

(Com agências internacionais)