Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vídeo flagra conversa de Merkel e Macron sobre Bolsonaro no G7

“Vou ligar para ele”, disse a chanceler alemã, pouco antes de a filmagem oficial ser cortada

Imagens registradas no sábado 24 pelo canal oficial da cúpula do G7, em Biarritz, na França, registraram uma conversa entre Angela Merkel e outros líderes mundiais na qual a chanceler alemã revelou seu plano de ligar para o presidente Jair Bolsonaro para tratar das queimadas na Amazônia. Ela recebeu a aprovação do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, do Reino Unido, e do presidente da França, Emmanuel Macron.

“Eu anunciei que vou ligar para ele na próxima semana para que não fique com a impressão de que estamos trabalhando contra ele”, afirmou Merkel. “É, eu acho importante”, responde Johnson. Macron, então questiona: “ligar para quem?” “Bolsonaro”, responde Merkel. O francês pareceu surpreso e completou: “Sim, sim, vou te dizer… Vamos ligar para ele. E nossos chefes de gabinete…”, diz, segundos antes de imagem oficial ser cortada.

Neste domingo, Bolsonaro compartilhou o vídeo em suas redes sociais e se disse aberto ao diálogo. “O Brasil é um país que recupera sua credibilidade e faz comércio com praticamente todo mundo”, escreveu, no Twitter.

Já neste domingo, 25, Macron, com quem Bolsonaro trocou farpas e acusações nos últimos dias, se comprometeu a oferecer auxílio  aos países afetados pelos incêndios na Amazônia. “Há uma convergência real para dizer que todos estão de acordo em ajudar o mais rápido possível”, disse Macron, anfitrião da cúpula de países em Biarritz.

A crise ambiental ganhou tamanha proporção que já ameaça o acordo comercial entra a União Europeia (UE) e o Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai) assinado no final de junho, após 20 anos de negociações. Acusando Bolsonaro de ter “mentido” sobre seus compromissos com o meio ambiente, o governo francês informou que, nessas condições, irá se opor ao tratado.