Clique e assine a partir de 8,90/mês

Ursa polar exausta vai parar em cidade do norte da Sibéria

Animal provavelmente se perdeu quando procurava por comida; ursa está visivelmente fraca e parece estar doente

Por Da Redação - 18 jun 2019, 18h04

Uma ursa polar faminta se desviou centenas de quilômetros de seu habitat natural no Ártico e foi parar, exausta, na grande cidade industrial russa de Norilsk, no norte da Sibéria.

A fêmea, visivelmente fraca e aparentando estar doente, passou horas deitada desanimadamente no chão, com as patas sujas de lama, nos subúrbios de Norils nesta terça-feira, 18, erguendo-se ocasionalmente para tentar farejar alimento.

Ela é a primeira ursa polar vista na cidade em mais de 40 anos, segundo ambientalistas locais.

Oleg Krashevsky, especialista em vida selvagem que filmou a ursa de perto, disse não estar claro o que levou o animal à cidade, mas é possível que ela tenha simplesmente se perdido. Ele disse que a ursa estava com os olhos úmidos e que é evidente que não enxerga bem.

Continua após a publicidade

A mudança climática vem danificando os bancos de gelo em que os ursos polares vivem, obrigando-os a buscar alimentos em terra. Em busca de alimento, muitos animais acabam se perdendo em áreas habitadas.

Uma zona remota no Ártico, na região norte da Rússia, declarou estado de emergência no início deste ano quando dezenas de ursos polares famintos foram vistos buscando comida e entrando em edifícios públicos e casas.

Especialistas em vida selvagem devem chegar a Norilsk na quarta-feira, 19, para avaliar a condição da ursa.

Moradores da cidade conhecida por sua produção de níquel saíram para fotografá-la e observá-la, mas a polícia os impediu de chegar muito perto.

Krashevsky disse não estar claro o que será feito com a ursa polar, já que ela parece fraca demais para ser levada de volta ao seu habitat natural.

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade