Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Turquia pede mísseis para defender fronteira com a Síria

Solicitação foi apresentada à Otan, que promete analisá-la de forma imediata

Por Da Redação 21 nov 2012, 12h38

A Turquia solicitou oficialmente à Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) o envio de mísseis ao seu território para se proteger de ataques oriundos da Síria. O anúncio foi feito nesta quarta-feira pela Otan, que informou ainda que vai analisar a solicitação de forma imediata.

“Recebi uma carta do governo turco pedindo o desdobramento de mísseis Patriot. Isso aumentaria a capacidade de defesa aérea turca para proteger sua população e o território da Turquia”, afirmou o secretário-geral da organização, Anders Fogh Rasmussen.

Leia também:

Turquia desocupa cidades fronteiriças por conflito com Síria

Otan diz estar pronta para defender a Turquia se necessário

Continua após a publicidade

“Uma preparação como esta aumentaria a capacidade da Turquia de defender sua população e seu território”, acrescenteou Rasmussen. “Isso contribuiria para acalmar a crise”.

Saiba mais:

Saiba mais: Turquia X Síria: os próximos capítulos da crise diplomática

Apenas os EUA, a Holanda e a Alemanha têm mísseis Patriot disponíveis. Na segunda-feira, o ministro da Defesa da Alemanha, Thomas de Maiziere, havia antecipado a informação de que a Turquia faria o pedido. Ele ponderou que a resposta da Alemanha dependeria dos detalhes da solicitação: “Se tivermos mísseis Patriot na fronteira turca, isso ocorrerá com soldados alemães”.

A negociação com a Otan sobre como reforçar a segurança da fronteira de 900 quilômetros da Turquia com a Síria ocorre, após bombas lançadas a partir do território sírio terem atingido o lado turco.

Continua após a publicidade
Publicidade