Clique e assine com até 92% de desconto

Trump diz estar “ansioso” para interrogatório sobre a Rússia

Líder americano afirmou estar comprometido com investigação sobre interferência russa nas eleições presidenciais

Por Reuters Atualizado em 25 jan 2018, 17h46 - Publicado em 25 jan 2018, 09h30

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na quarta-feira que estaria disposto a ser interrogado sob juramento pelo procurador especial Robert Mueller, que está investigando acusações de interferência russa na eleição americana de 2016.

“Estou ansioso por isto, na verdade”, disse Trump, falando a repórteres na Casa Branca, sobre uma entrevista com Mueller, ex-diretor do FBI. “Eu faria isto sob juramento”.

Embora Trump já tenha se comprometido em cooperar com a investigação de Mueller antes, o presidente fez sua declaração em um momento em que a Casa Branca e aliados no Congresso intensificaram ataques contra a credibilidade do inquérito.

Advogados de Trump têm conversado com a equipe de Mueller sobre a interrogação, segundo fontes com conhecimento do assunto. “Eu gostaria de fazer isso o mais cedo possível”, disse Trump.

  • O presidente disse, no entanto, que estabelecer uma data certa para a interrogação será “assunto para meus advogados e afins”. Perguntado se pensa que Mueller vai tratá-lo de forma justa, Trump respondeu: “Nós vamos descobrir”.

    Ty Cobb, advogado no comando da resposta da Casa Branca à investigação de Mueller, disse em comunicado que Trump falou apressadamente com repórteres antes de viajar para Davos, na Suíça. Cobb disse que o presidente americano enfatizou que permanece comprometido em cooperar com a investigação e ansioso para conversar com Mueller.

    Cobb acrescentou que a equipe de Mueller e advogados pessoais de Trump estão definindo os detalhes para uma reunião.

    Continua após a publicidade
    Publicidade