Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Trump divulga vídeo em que simula ‘briga’ com a rede CNN

O presidente publicou no Twitter uma montagem em que finge bater em homem com o rosto coberto pelo símbolo da emissora

Por Da redação
Atualizado em 4 jun 2024, 20h10 - Publicado em 2 jul 2017, 13h44

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, publicou um vídeo em sua conta no Twitter que simula o próprio chefe de Estado derrubando um homem com o rosto encoberto pelo logotipo da emissora CNN,  próximo a um ringue de luta. A “brincadeira” é mais uma evidência da guerra declarada do presidente contra as posições da imprensa americana.

A montagem surgiu em um grupo de apoiadores de Trump no início da semana e foi divulgada por ele em seus perfis oficiais nas redes.O vídeo usa imagens de uma aparição do bilionário em um evento de luta livre, em 2007, na qual fingia “atacar” Vince McMahon, dono da franquia de lutas WWE. 

Desde a campanha eleitoral, no ano passado, Trump intensifica a cada dia os ataques verbais a veículos de imprensa. Ao publicar o vídeo no Twitter, o magnata escreveu: “#NotíciasFraudadasCNN”.

A equipe do presidente, porém, trata suas ofensas aos veículos como defesa às críticas que sofre por parte dos jornais e TVs do país. Segundo o assessor de segurança da Casa Branca, Tom Bossert, Trump é “espancado de tal maneira em redes de notícias, que tem o direito de responder”.

Continua após a publicidade

Comportamento juvenil

Em comunicado após a postagem do presidente, a CNN declarou ser “um dia triste quando o presidente dos Estados Unidos incentiva a violência contra repórteres”. O porta-voz da televisão também disse que Trump “está envolvido em um comportamento juvenil muito abaixo da dignidade de seu cargo”. “Continuaremos a fazer o nosso trabalho. Ele deveria começar a fazer o dele”, escreveu.

A emissora citou ainda uma fala de Sarah Sanders, porta-voz da Casa Branca, que na semana passada comentou que Trump “de forma alguma, em qualquer circunstância, defende ou promove a violência”. “Claramente, Sarah Huckabee Sanders mentiu quando disse que o presidente nunca tinha feito isso”, criticou a CNN.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.