Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tremor de 3,8 graus atinge Buenos Aires durante G20

Este é o primeiro tremor registrado na cidade desde 1888; efeito foi sentido na capital e em La Plata

Um tremor de 3,8 graus na escala Richter abalou Buenos Aires e regiões do seu entorno nesta sexta-feira (30), justamente quando a cidade sedia a reunião de cúpula do G20, o grupo das 20 maiores economias do mundo. Entre os já presentes na capital argentina estão os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, da França, Emmanuel Macron, e do Brasil, Michel Temer.

O terremoto foi sentido às 10h27 do horário local (11h27 em Brasília). Seu epicentro foi localizado a apenas 32 quilômetros ao sul de Buenos Aires, a 25 quilômetros de profundidade. Até o momento, nenhum dos líderes presentes indicou que deixará a cidade por causa do sismo.

Este é o primeiro tremor do tipo a ser registrado na cidade desde 1888. Segundo o Instituto Nacional de Prevenção Sísmica, o fenômeno foi sentido na capital argentina e em La Plata, capital da Província de Buenos Aires.

A cidade de Buenos Aires sedia nesta sexta e no sábado (1º) a reunião de cúpula do G20, que reúne representantes dos sete países mais ricos (G7), das 13 economias emergentes (entre elas, a China, a Rússia, a Índia e o Brasil), e da União Europeia (UE), além de membros de organizações multilaterais, como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial.

Esta é a primeira vez que os líderes das 20 maiores economias do mundo se reúnem na América do Sul.

No Twitter, moradores da região relataram suas experiências com o primeiro terremoto em 130 anos. “Foi um milésimo de segundo que moveu minha cama”, escreveu uma usuária.