Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Terroristas atacam complexo hoteleiro no Quênia

Grupo jihadista somali Al Shabad, filiado da Al-Qaeda, assumiu a autoria do ataque; duas explosões e tiroteios foram ouvidos

O grupo jihadista somali Al Shabab atacou nesta terça-feira, 15, complexo hoteleiro ao norte de Nairóbi, Quênia. Filiados à rede Al-Qaeda, os terroristas provocaram explosões e tiroteios e assumiram a responsabilidade pelo atentado. O ataque foi confirmado pelo centro de monitoramento de sites jihadistas dos Estados Unidos.

“Estamos realizando uma operação em Nairóbi”, informou o Al Shabab, segundo o jornal Garowe, da Somália. “Estamos sob ataque. É terrível. O que eu vi foi terrível”, afirmou uma testemunha que conseguiu escapar.

Duas fortes explosões seguidas de tiroteios foram registradas em um complexo que abriga o hotel Dusit, bancos e escritórios, na capital queniana. Vários carros estacionados nas redondezas foram incendiados. As explosões foram ouvidas no escritório da agência AFP, a mais de 5 quilômetros do local.

“Houve um incidente em Riverside Drive, e a polícia foi enviada. Por favor, sejam pacientes”, declarou o porta-voz da polícia queniana, Charles Owino, à imprensa.

Ambulâncias da Cruz Vermelha chegaram ao local e tratavam dos feridos leves, enquanto muitas pessoas fugiram correndo. A polícia enviou uma unidade anti-terrorismo ao local. Mas ainda não foi confirmado se há vítimas fatais nem o número de feridos.

O grupo Al Shabab realizou os dois últimos ataques terroristas no Quênia. Em 2013, o atentado no shopping center Westgate provocou a morte de 67 pessoas. Dois anos depois, o ataque à Garissa University matou 148 pessoas, estudantes em sua maioria.

(Com AFP, Reuters e EFE)