Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Suicídio de garota vítima de ciberbullying comove Canadá

Líder de torcida foi perseguida no Facebook após enviar foto íntima a estranho

Por Da Redação 16 out 2012, 10h06

O suicídio de uma jovem canadense de 15 anos vítima de bullying online comoveu o país e motivou homenagens em várias partes do mundo. Amanda Todd foi encontrada morta em sua casa na quarta-feira passada um mês depois de postar um vídeo no Youtube em que contava sua história e pedia ajuda.

Leia também:

Leia também: As escolas encaramn o bullying

Amanda Todd
Amanda Todd VEJA

A adolescente trocou de colégio várias vezes, mas o bullying não cessou, e ela chegou a ser atacada fisicamente por colegas. Depois de uma briga violenta com outra menina, ela conta que foi para casa e bebeu alvejante. “Aquilo me matou por dentro e eu achei que realmente ia morrer”.

“Depois do que aconteceu, eu fiquei muito doente e ansiosa, tive depressão e ataques de pânico”, conta. Um ano depois que a foto vazou, a garota conta que estava melhor, mas então o homem que a persuadiu usou a foto de seus seios como imagem de perfil no seu Facebook. “Eu chorava todas as noites e perdi o respeito dos meus amigos de novo”, disse ela.

A última nota do vídeo é um apelo: “Eu não tenho ninguém. Eu preciso de alguém. Meu nome é Amanda Todd”. Em um comentário abaixo do vídeo, Amanda diz que não postou o vídeo para chamar a atenção e que apenas queria ser ‘uma inspiração e mostrar que pode ser forte’. “O futuro de todos será brilhante um dia, você só precisa passar por isso. Eu ainda estou aqui, não estou?”, escreveu.

Abaixo, o vídeo de Amanda Todd postado no Youtube:

Continua após a publicidade

Publicidade