Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Submarino da Indonésia é encontrado rachado em três partes 

Presidente do país lamentou a morte de todos os 53 tripulantes

Por Redação 25 abr 2021, 10h58

A Indonésia confirmou neste domingo, 25, que o submarino KRI Nanggala-402, que estava desaparecido há quatro dias, foi encontrado no Mar de Bali, dividido em ao menos três partes. O presidente do país, Joko Widodo, lamentou a morte de todos os 53 tripulantes.

No sábado, 24, o país já havia alterado o status da embarcação de “desaparecido” para “afundado”. As equipes de resgate tinham encontrado novos objetos, incluindo um colete salva-vidas.

O chefe do Estado-Maior da Marinha, Yudo Margono, afirmou que o submarino é dividido em três partes – o casco, a popa e a parte principal – e que foi encontrado com elas separadas. A explicação para isso é que o KRI Nanggala-402 pode ter sido esmagado pela pressão da água por estar em uma profundidade maior do que ele poderia suportar. Um sonar usado pelas equipes de resgate detectou um objeto semelhante à embarcação a 850 metros de profundidade. O submarino, porém, é capaz de descer abaixo de 250 metros.

O KRI Nanggala-402 perdeu contato com a Marinha no último dia 21, enquanto realizava exercícios militares ao norte da ilha de Bali. Após receber autorização para submergir, deixou de responder aos contatos. As autoridades apuram se o submarino  sofreu uma grande avaria elétrica que impediu a tripulação de retornar à superfície.

A busca contou até agora com mais de dez helicópteros e navios de busca mandados para a área onde o contato foi perdido, com ajuda dos Estados Unidos, Austrália, Cingapura, Malásia e Índia.

O acidente com a embarcação indonésia ocorre três anos depois do desaparecimento de uma do mesmo tipo na Argentina, que, em 2017, perdeu o ARA San Juan. O submarino afundou após uma explosão interna não explicada até hoje. Em 2000, o submarino nuclear russo Kursk  afundou depois de uma explosão no compartimento de torpedos.

Continua após a publicidade
Publicidade