Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Só 10% dos europeus acreditam que Ucrânia pode vencer guerra, diz pesquisa

Sondagem compilou dados de 12 países-membros da União Europeia; 37% julgam que conflito encerrará com 'acordo de compromisso'

Por Da Redação
Atualizado em 7 Maio 2024, 17h07 - Publicado em 21 fev 2024, 10h51

Uma pesquisa encomendada pelo Conselho Europeu de Relações Exteriores (ECFR) indicou nesta terça-feira, 21, que apenas 10% dos europeus acreditam que a Ucrânia ainda tem capacidade para derrotar a Rússia na guerra, às vésperas do seu aniversário de dois anos. Cerca de 37%  julgam que o conflito se encerrará com um “acordo de compromisso”, sem atender completamente os desejos de ambos os lados.

No ano passado, um levantamento do ECFR mostrava que mais cidadãos concordavam que Kiev deveria retomar por completo o território por Moscou (44% no Reino Unido, 38% na União Europeia). A perda brusca de confiança implicará em tomadas de decisões mais “realistas” pelos governos, de forma a flexibilizar as demandas para o fim do confronto, indicam os pesquisadores.

“Para defender o apoio europeu contínuo à Ucrânia, os líderes da UE terão de mudar a forma como falam sobre a guerra”, disse o coautor Mark Leonard, do ECFR, ao jornal britânico The Guardian.

+ Putin nega planos para enviar armas nucleares ao espaço

Continua após a publicidade

Sobre a pesquisa

A sondagem compilou dados levantados em janeiro de 12 países-membros da União Europeia: Suécia, Alemanha, Holanda, Portugal, Áustria, Espanha, França, Itália, Grécia, Polónia, Roménia e Hungria. Ela foi realizada, no entanto, antes da mais recente perda de Kiev: a cidade oriental de Avdiivka, agora sob controle da Rússia.

Os resultados apontam que a fracassada contraofensiva ucraniana, os receios de uma mudança brusca no governo americano — republicanos linha-dura pressionam para o fim da ajuda militar à Ucrânia — e a possibilidade do retorno de Donald Trump à Casa Branca contribuem para a visão pessimista.

A potencial vitória de Trump nas eleições americanas deste ano é uma má notícia para 56% dos entrevistados. A única exceção foi a Hungria, onde 27% deles relataram que ficariam satisfeitos com o regresso do republicano, contra 31% decepcionados.

Continua após a publicidade

+ Piloto russo que desertou para a Ucrânia é encontrado morto na Espanha

Outros resultados

Ao Guardian, Leonard explicou que a maioria dos europeus “está desesperada para evitar uma vitória russa”, mas acha que a Ucrânia não tem uma força militar capaz de virar o jogo. A única saída para a maioria dos entrevistados seria “uma paz sustentável e negociada que favoreça Kiev — em vez de uma vitória para Putin”.

Enquanto 10% permanecem com esperança, o dobro dos europeus acredita que o Kremlin sairá vitorioso. Na Suécia (50%), Portugal (48%) e Polônia (47%), os entrevistados disseram que seus governos deveriam ajudar a Ucrânia a reagir. Em contrapartida, cidadãos da Hungria (64%), Grécia (59%), Itália (52% ) e Áustria (49%) afirmaram que o melhor caminho seria pressionar por um acordo. França, Alemanha, Países Baixos e Espanha estão divididos.

Continua após a publicidade

Ao mesmo tempo, um número crescente de pessoas acredita que a guerra contra a Rússia pode respingar em seus países, sendo uma preocupação direta. A pesquisa indicou que 33% dos entrevistados pensam que sua nação está na mira russa, ao passo que 29% citaram que toda a Europa está ameaçada.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.