Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Robert Norris: o garoto-propaganda da Marlboro

O caubói e fazendeiro americano morreu em 3 de novembro, aos 90 anos, de causa não revelada

Por Da Redação Atualizado em 15 nov 2019, 11h15 - Publicado em 15 nov 2019, 06h00

Ele nunca pôs um cigarro na boca, a não ser para fazer pose, e, no entanto, durante catorze anos atuou como garoto-propaganda das campanhas da marca Marlboro. O caubói e fazendeiro americano Robert Norris foi descoberto por publicitários que viram uma foto dele com um de seus mais próximos amigos, o ator John Wayne. No início dos anos 70, depois que as entidades de saúde dos Estados Unidos comprovaram os malefícios do tabaco, Norris abandonou o personagem — dizia não querer servir de mau exemplo para seus filhos e netos. Ele morreu em 3 de novembro, aos 90 anos, de causa não revelada. Uma nota oficial de pesar, emitida por seus familiares, resumiu a saga de um sujeito que aparecia sempre fortão, e na verdade era um cidadão pacato. “Sua autenticidade, montado em um cavalo, sentado em uma sala de reuniões, orientando uma criança ou compartilhando um momento com um amigo, era sua marca pessoal e profissional. Sem dúvida, foi essa qualidade, juntamente com sua aparência alta, robusta e bonita, que lhe deu o papel inesperado do primeiro Homem de Marlboro na televisão.”

Publicado em VEJA de 20 de novembro de 2019, edição nº 2661

Publicidade